A ambição da Google no ramo da internet das coisas e da automação doméstica não é exatamente uma novidade. A companhia tem comprado empresas menores que já estão nesse setor e, segundo o The Information, quer agora lançar um novo sistema operacional que poderia desfragmentar esse mercado. Ao que tudo indica, esse SO poderia estar sendo chamado provisoriamente de “Brillo”.

Essa mesma publicação diz ainda que é muito provável que o Brillo seja alguma variação do próprio Android, especialmente personalizado para rodar em equipamentos bem simples e de baixo consumo de energia, com hardware composto por apenas 64 MB ou 32 MB de RAM. Ele seria disponibilizado para fabricantes de hardware gratuitamente, funcionado quase da mesma forma que o Robô nos smartphones.

Google comprou a Nest para entrar no ramo da automação doméstica e da internet das coisas

Essas condições de hardware são basicamente o que aparelhos projetados a partir do conceito da internet das coisas têm hoje em dia. Todo dispositivo eletrônico que você teria em casa poderia ser mais inteligente, desde sua geladeira, fogão ou persianas até o sistema de irrigação do quintal. Para integrar tudo isso em uma só plataforma, a Google estaria projetando o Brillo.

Não se sabe, entretanto, como esse novo SO funcionaria, mas é muito provável que ele permita aos usuários controlarem todos os seus smartgadgets a partir de um smartphone Android, por exemplo.

Se esse projeto realmente estiver a todo vapor, é possível que a Google o apresente já na semana que vem, na Google I/O 2015. Ainda assim, essa não seria a primeira empreitada da companhia nesse setor, uma vez que ela já lançou o Android@Home há algum tempo. Esse projeto acabou sendo descontinuado porque os executivos achavam que ainda não era o momento certo para isso. Será que agora esse momento chegou?

Cupons de desconto TecMundo: