Google Glass: um dispositivo relativamente novo para a tecnologia, mas que já carrega uma longa história. Os óculos vestíveis da Gigante das Buscas já protagonizaram vários episódios curiosos, interessantes e até polêmicos. Porém, uma notícia “triste” vai marcar a trajetória do Glass na semana que vem.

A partir do dia 19 de janeiro, o Glass Explorer Program chega ao fim depois de ter dado vida ao vestível mais conhecido do mundo. Mas não se desespere: os óculos continuarão a existir e novas versões do aparelho serão produzidas no futuro. Porém, o encerramento do programa marca o final do período de vendas da edição atual do Google Glass que se iniciou em abril de 2014.

A data também vai marcar o início da chefia de Tony Fadell, CEO da Nest – companhia recentemente adquirida pela Google –,  no comando do Google Glass. Apesar disso, boa parte do grupo que trabalhou no desenvolvimento dos óculos vai permanecer a mesma.

Mesmo que alguns tenham colocado certa desconfiança sobre ele, parece que o aparelho ainda está firme e forte. O que será que o futuro reserva para o Google Glass? E quais serão as ideias de Fadell para as próximas versões do dispositivo? Nesta hora, nada melhor do que aquele velho trocadilho: “só o tempo dirá”.

Cupons de desconto TecMundo: