O Google anunciou uma melhora do serviço Drive que integra o Apps for Education, que são ferramentas de utilidade acadêmica.

Atualmente, cada usuário tem direito a 30 GB de espaço na nuvem, mas esse limite será extinto daqui a algumas semanas. A única restrição do Drive for Education é que os arquivos não podem passar de 5 TB (sim, 5 mil GB).

Na prática, o serviço vai ficar parecido com o Drive for Work, com a diferença que a versão educacional é totalmente gratuita. Até o final do ano, o serviço será reforçado com as aplicações do Google Apps Vault e terá ferramentas de auditoria mais tarde.

Mais organização e segurança

A empresa destaca que o Google Classroom, lançado em agosto, torna o uso do Drive ainda melhor ao organizar todas as tarefas dentro das pastas. Para usar as ferramentas acadêmicas é preciso ser usuário do Google Apps for Education, que é gratuito para instituições educacionais.

Por fim, a companhia destaca a segurança dos dados. "Todo arquivo colocado no Google Drive é criptografado, não apenas entre seu dispositivo e o Google ou em trânsito entre os data centers, mas também do restante dos servidores", escreve Ben Schrom, gerente do produto do Google Apps for Education.

Cupons de desconto TecMundo: