O Google+ é um bom produto do Google, com uma base razoável de usuários, mas que, ao que parece, não tem dado resultados para a empresa. A prova disso é que a rede social será dividida em duas: Photos e Stream.

A informação foi revelada por Bradley Horowitz, vice-presidente de produto da Google, através de sua conta no serviço. A partir de agora, é ele quem será responsável pelos dois recursos derivados.

A questão que fica é: esse é o fim do Google+? Ao que parece, ainda não – pelo menos não oficialmente. Entretanto, isso significa que a empresa não deve tratar mais a marca como única ou prioritária.

Mais divisões por vir?

E parece que vem mais divisão por aí. Sundar Pichai, vice-presidente sênior de produtos do Google, disse nesta semana à revista Forbes que ele pensa que, cada vez mais, os usuários verão o foco do Google em comunicação, fotos e o stream do Google+ como três importantes áreas.

A parte da comunicação pode ser entendida como o Hangouts, que também deve ser desmembrado da rede social. Ainda não ficou claro como o Google+ será tratado daqui para frente, mas é evidente que o produto enfraqueceu e que pode definhar em breve. 

Cupons de desconto TecMundo: