Após pouco mais de três anos de existência, o Google+ passou por uma mudança que era aguardada por muitos usuários. Em mensagem publicada na rede social, a Google informou que, a partir de agora, não existe mais a obrigatoriedade de usar um nome real no site. 

“Sabemos que vocês pediam essa mudança há algum tempo e que nossa política de nomes não tem sido muito clara, o que gerou dificuldades desnecessárias para alguns de nossos usuários. Pedimos desculpas por isso, e esperamos que a mudança de hoje seja um passo à frente para fazer do Google+ o lugar agradável que queremos que ele seja. Obrigado por expressar suas opiniões e por continuar a fazer do Google+ a comunidade que é”, diz a mensagem. 

No mesmo texto, a empresa ressalta que a política de uso de nomes ajudou a tornar a rede social “um lugar feito de pessoas que reais”. Porém, isso também reduziu o número de usuários que, muitas vezes por questões de segurança, não se sentiam confortáveis utilizando tais informações no Google+. 

De acordo com o site Engadget, os usuários ainda encontram as opções de primeiro e último nome ao acessarem a área de modificação, mas é possível acrescentar apenas um ponto na segunda opção.

Cupons de desconto TecMundo: