Antes de a Google lançar a rede social Google Plus, um serviço de microblogs já havia sido experimentado pela empresa. Tratava-se do Buzz, que tentava competir diretamente com o Twitter. Mas os resultados não foram nada vantajosos e em pouco tempo foi anunciado o encerramento das atividades do Buzz. E pelo visto, esse tipo de serviço não faz mais parte dos planos da empresa de Mountain View.

Fred Wilson, ex-membro do conselho do Twitter, afirmou que não há chances de a Google tentar comprar o Twitter nos próximos anos. O principal motivo para isso seria a falta de possibilidades em integrar os produtos da empresa – algo que o Plus consegue fazer com certa facilidade. Além disso, o Twitter está avaliado em US$ 3,7 bilhões e os investimentos de Mountain View estão sendo direcionados à rede social Google+.

Fonte: Google Discovery e TechCrunch

Cupons de desconto TecMundo: