E não apenas arquivos vão poder ser anexados às suas mensagens trocadas via email. Pelo menos é o que promete a nova ferramenta da Google: por meio de basicamente um clique, você vai poder mandar e receber dinheiro usando uma simples conta Gmail. E detalhe: o beneficiado pelo valor enviado não precisa possuir um endereço eletrônico sob domínio da Google.

Google Wallet, nome do novo recurso, é um tipo de expansão da função “anexar arquivos”. Como você bem pode notar ao visualizar a rápida demonstração feita acima (vídeo), ao selecionar a opção “Attach money”, os usuários poderão, facilmente, enviar determinados montantes – cujo valor mínimo deverá ser de US$ 0,30 por transação.

Apesar de não haver custo para o recebimento das quantias, uma taxa de 2,9% por pagamento feito via Google Wallet vai ser cobrada. É gratuito também o envio de dinheiro de uma conta qualquer ao serviço anunciado pela Google.

Segurança

De acordo com a página de descrição da nova ferramenta, todas as informações financeiras dos usuários vão estar, além de criptografadas, protegidas pelos “servidores de segurança” da Google. Ademais, se qualquer transação não autorizada for, de alguma forma, feita, um serviço de proteção promete cobrir em 100% o valor “perdido”. (Fonte da imagem: Divulgação/Googlewallet)

Para utilizar esta nova ferramenta, os usuários deverão ter no mínimo 18 anos. Ao contratar esse serviço, os números dos seus cartões de crédito ou débito vão ser solicitados – junto a eles, um código de segurança deverá ser também informado.

Concorrência

Se você é um comprador virtual assíduo, seguramente já sabe que o Google Wallet não é o primeiro e único serviço de envio e recebimento de dinheiro online. Ferramentas como PayPal e sites de compras variados, como eBay e Mercado livre, já possuem recursos de pagamento integrados – sim, também é possível efetuar compras com este novo recurso da Google. (Fonte da imagem: Divulgação/Googlewallet)

Todavia, como pondera Craig Lloyd, redator do site Slashgear, “se a Google quer ganhar atenção e ‘afastar o foco’ [de ferramentas como] o PayPal, o Google Wallet deverá estar integrado com outros serviços”. Isto é, o espaço e as possibilidades deste novo recurso ainda são incipientes; mais sites e recursos deverão ser anexados às funções desta ferramenta.

Contrato

Se você deseja testar o Google Wallet, clique aqui. Mas atenção: só contrate este recurso depois de ler, entender e aceitar todas as condições dispostas pelo “Termo de Serviço” e pela “Política de Privacidade” da Google (clique sobre cada um dos links citados para ler integralmente – e em inglês – os fundamentos que firmam o tal contrato).

Cupons de desconto TecMundo: