Chevrolet confirma elétrico Bolt no Salão de São Paulo

2 min de leitura
Imagem de: Chevrolet confirma elétrico Bolt no Salão de São Paulo
Avatar do autor

O Salão do Automóvel de São Paulo já é semana que vem e as montadoras estão colocando suas cartas na mesa para fazer o barulho necessário e criar o interesse do público. Uma das últimas novidades veio direto dos Estados Unidos, pelas mãos da General Motors: a montadora trará o Chevrolet Bolt, seu crossover elétrico que desembarca em solo norte-americano ainda este ano.

A Chevrolet, diga-se de passagem, tem a eficiência energética como um de seus principais temas para o Salão de São Paulo 2016. Sendo assim, nada melhor do que o Bolt para fazer as honras de representar essa parte – mesmo que nada do tipo apareça por aqui tão cedo. O elétrico tem a maior autonomia do seu segmento, com a marca de 380 quilômetros por recarga, o que representa cerca de cinco vezes o que um motorista comum roda por dia.

Essa distância é possível também graças a funções como a regeneração de energia que é dissipada em frenagens e desacelerações, que volta para a bateria e ajuda a prolongar a jornada. Inclusive, as recargas podem ser feitas rapidamente e cada 30 minutos com o carro plugado numa tomada doméstica de 240V resulta em 20 quilômetros de autonomia – em pontos públicos, esse número sobe para 150 quilômetros.

O propulsor do Bolt gera uma potência superior a 200 cavalos e, sendo elétrico, entrega torque de forma imediata. As baterias são instaladas ao longo do assoalho, como está sendo costume na indústria, justamente por possibilitar que o espaço interno seja melhor aproveitado.

Na parte tecnológica, o crossover vem com um sistema de infotainment MyLink, com tela touch de 10,2 polegadas e compatível com Apple CarPlay e Android Auto. A função de navegação também é inteligente: além de mostrar estações de recarga próximas, ela também traça a rota de forma que a autonomia seja maximizada, levando em consideração a topografia do trajeto, condições climáticas e até mesmo a forma como você dirige.

O Chevrolet Bolt é um dos modelos elétricos tido como acessível nos Estados Unidos, custando cerca de US$ 30 mil (ou R$ 95,6 mil, em conversão direta), graças também a incentivos tributários do mercado norte-americano para veículos desse tipo. No Salão de São Paulo, especificamente, o modelo vem com um objetivo nobre: mostrar que a Chevrolet já está preparada para o futuro.

“O papel do Bolt [no Salão] é mostrar ao brasileiro a liderança tecnológica da marca Chevrolet na eletrificação de veículos”, afirma Marcos Munhoz, vice-presidente da GM no Brasil.

Lembrando que nós do TecMundo estaremos lá no Salão Internacional do Automóvel de São Paulo 2016, que começa no dia 8 de novembro, fazendo a cobertura completa do evento, então fique ligado na página do TecMundo Auto no Facebook para ficar por dentro de tudo que rolar por lá!

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Chevrolet confirma elétrico Bolt no Salão de São Paulo