Com o Galaxy Note 4 já revelado e batendo às portas do mercado nacional, todos começam a pensar no próximo dispositivo top de linha que a Samsung vai lançar. A escolha mais óbvia seria o Galaxy S6, continuação da linha principal da companhia e local onde “reside” o atual flagship da empresa, o Galaxy S5.

Anunciado em fevereiro de 2014 e lançado alguns meses depois, o Galaxy S5 já está no mercado há algum tempo e provavelmente a Samsung já deve estar pensando em várias melhorias para esse aparelho. Apesar de seu hardware ainda ser mais do que suficiente para atender a maioria dos usuários, a concorrência não para, o que exige que a sul-coreana também invista em novos dispositivos.

Novidades aguardadas e suposições

Da mesma forma que o Galaxy Note 4 e Galaxy Alpha, espera-se que o S6 também traga uma carcaça composta de metal (pelo menos sua parte lateral), abandonando de uma vez por todas o uso do plástico. Na época de lançamento do S5, a Samsung foi bastante criticada por manter esse material em seu flagship enquanto outras companhias já haviam mudado esse paradigma.

O leitor de íris era outra promessa para o top de linha da linha “S”. Porém, essa novidade não vingou e apenas o scanner de impressões digitais veio integrado ao smartphone. Em sua atualização, esse pode ser um dos destaques dado pela companhia, apesar de que dificilmente ela abandonará o leitor biométrico já utilizado.

Com o uso de processadores de arquitetura 64 bits, é natural que boatos sobre a utilização de 4 GB de memória RAM também apareçam. Esse upgrade é, de certa forma, questionável já que muitas companhias ainda consegue produzir excelentes dispositivos com 1 GB ou 2 GB.

E, longe de ser uma novidade, o aparelho também deverá trazer um display QHD (2560x1440 pixels), algo que está se tornando um padrão para os dispositivos da atualidade. No entanto, a resolução 4k pode ser uma jogada da companhia para se diferenciar das outras. Novos processadores Exynos e Snapdragon também são esperados e provavelmente podemos aguardar grandes inovações nesse sentido.

As telas curvas são outra possibilidade que podem aparecer no Galaxy S6. O display presente no Galaxy Note Edge mostra que a companhia não desistiu dessa iniciativa e provavelmente aguarda o feedback do público em relação a essa tecnologia.

Quanto ao tamanho do display, é difícil fazer uma suposição considerando os outros dispositivos da companhia. Uma tela muito grande, por exemplo, o colocaria como concorrente direto do próprio Galaxy Note 4, apesar das exclusividades que o phablet da empresa apresenta.

Especificações técnicas

Ainda é muito cedo para falar sobre “certezas” nesse aparelho. Apesar disso, é possível fazer suposições de quais serão os componentes que integrarão o interior do Galaxy S6.

  • Processador: Exynos 8000 com 16 núcleos / Qualcomm Snapdragon 810 64 bits
  • Memória RAM: 4 GB
  • Armazenamento interno: 128 GB (expansível)
  • Tamanho de tela: 5,2 polegadas
  • Resolução da tela: 2640x1440 pixels (QHD)
  • Câmera traseira: 21 MP
  • Bateria: entre 3.300 a 3.500 mAh
  • Sistema operacional: Android 5.0 (Lollipop)
  • Extras: leitor de íris e impressões digitais

A Samsung, muito provavelmente, só começará a falar sobre o seu novo flagship depois que o Galaxy Note 4 estiver um tempo no mercado. Apesar de os dispositivos não brigarem exatamente pela mesma categoria, a companhia deve querer evitar a possível confusão que esses aparelhos podem causar nos consumidores.

Cupons de desconto TecMundo: