(Fonte da imagem: Reprodução/Android Central)

Novos aparelhos, velhas polêmicas. De acordo com o site Android Central, a Samsung deve receber críticas pesadas sobre o Galaxy S5, ao menos em uma área:  a ROM do aparelho, que é a memória do sistema e a grande responsável por fazer o aparelho funcionar, pesa 5,28 GB.

De acordo com a foto tirada, que mostra a distribuição de espaço no aparelho, o dono de um smartphone de 16 GB teria apenas cerca de 7 GB livres para armazenar aplicativos e músicas, por exemplo.

Além da memória do sistema, é necessário levar em conta outros dados armazenados, como documentos em cache e o item "arquivos diversos". No meio dessa conta, podem estar instalados aplicativos que ocupam bastante espaço e serviriam apenas para demonstrações no evento, como benchmarks, mas a conclusão continua sendo a de que o consumidor pode sair prejudicado.

Claro que a quantidade de GBs oferecida ainda é vasta, especialmente no modelo de 32 GB ou com o auxílio de um cartão microSD, mas quem só pode optar pela compra mais básica pode encontrar problemas de espaço.

Vale lembrar que o Galaxy S4 passou por situação parecida: a memória interna do aparelho (ou a falta da disponibilidade dela, para ser mais exato) virou até assunto de um programa de TV.

Cupons de desconto TecMundo: