Aparelho não parece estar agradando muito os consumidores (Fonte da imagem: Divulgação/Samsung)

No dia do lançamento do Galaxy Gear juntamente com o Galaxy Note 3, um executivo da Samsung explicou que o relógio inteligente da companhia era apenas o primeiro de sua geração e que não entregava nenhuma funcionalidade realmente nova aos usuários. Parece que não foi apenas ele que achou isso do aparelho. Um documento vazado dos escritórios da coreana indica que o smartwatch foi devolvido por mais de 30% dos compradores nas lojas do Best Buy nos EUA, o maior vendedor do dispositivo da Samsung.

Apesar de destacar essa taxa de devoluções impressionante, o documento relata que não se sabe os principais motivos para que a devolução esteja acontecendo. De qualquer forma, é possível imaginar que o alto preço, US$ 300 por lá, combinado à baixa quantidade de aparelhos compatíveis com o produto, tenha deixado muita gente frustrada, acarretando nas devoluções do Gear.

O suposto documento da Samsung ainda destaca que é necessário colher mais informações detalhadas dos consumidores que estão devolvendo seus dispositivos, pelo menos no Best Buy, para encontrar possíveis erros a serem consertados na próxima geração do Gear, se existir uma.

Cupons de desconto TecMundo: