Flamengo leva calote da Electronic Arts por conta do FIFA e vai à Justiça

1 min de leitura
Imagem de: Flamengo leva calote da Electronic Arts por conta do FIFA e vai à Justiça
Imagem: falandodeflamengo
Avatar do autor

Conhecido por sua dívida multimilionária, o Clube de Regatas do Flamengo entrou na Justiça por ter levado um calote. A Electronic Arts não teria pago uma taxa de uso da marca do clube carioca referente a um contrato firmado em 2011 para o game FIFA e outros produtos de “entretenimento eletrônico”. Segundo apurou a reportagem do ESPN Brasil, o processo teve início no fim da semana passada e exige o pagamento com correções e juros.

O clube teria afirmado no processo que a EA não teria pago os R$ 45 mil referentes ao contrato em questão desde 2011, quando a empresa deveria ter feito uma transferência bancária em parcela única nesse valor. Como nada foi recebido, o Flamengo agora cobra R$ 85,8 mil da produtora, contando correção do IGP-M e juros de 1% ao mês.

EA ainda não foi notificada sobre o caso e, por isso, não tem interesse em se pronunciar

Esse processo corre em segredo de Justiça porque o contrato teria cláusulas sigilosas. Por isso, não há mais detalhes sobre o pedido nem informações sobre as possibilidades de pagamento. Ao que parece, a EA ainda não foi notificada sobre o caso e, por isso, não tem interesse em se pronunciar, assim como os responsáveis jurídicos do Flamengo, que recusaram comentários à ESPN.

No ano passado, o clube carioca e outros times brasileiros firmaram contratos de exclusividade com a produtora do PES e, por isso, não estão mais no FIFA 16. Ao que parece, isso deve se repetir na versão 17 do game da EA.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Flamengo leva calote da Electronic Arts por conta do FIFA e vai à Justiça