Imagem de: Chineses fazem filas gigantescas para trabalhar na Foxconn

Chineses fazem filas gigantescas para trabalhar na Foxconn

1 min de leitura
Avatar do autor

(Fonte da imagem: Adrenaline)

A Foxconn está contratando 100 mil novos funcionários, visando dobrar a capacidade produtiva da sua fábrica chinesa. Embora tenha suas condições de trabalho frequentemente questionadas, a oferta de emprego atraiu milhares de chineses que, no último dia 30, formaram uma fila de mais de 200 metros para tentar uma vaga na fábrica.

O fato aconteceu na cidade de Zhengzhou, onde a comapnhia possui uma indústria na província de Henan, região centro-norte da China. O salário inicial é de 1.650 mil yuans, cerca de R$ 454, e pode chegar até 3,2 mil yuans, o equivalente a R$ 880. Além disso, a empresa oferta dormitórios e alimentação.

Apesar de paracer pouco, os funcionários da empresa se mostram conformados com as condições de trabalho ofertadas no país. Em uma entrevista ao The New York Times, um funcionário declarou o seguinte:

"Se não for a Apple, qual a alternativa, a Samsung? O salário e os benefícios dos empregados da Samsung são ainda piores do que os da Foxconn. Se você quiser se demitir, desculpe, seu salário será retido. A Foxconn nunca ousa fazer essas coisas. Primeiro, a margem de lucro deles é maior que a  de empresas semelhantes, porque eles fabricam para a Apple. Segundo, pelo menos aqueles demônios estrangeiros fazem auditorias regulares nas fábricas. Marcas domésticas nunca se importam se os funcionários vivem ou morrem".

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Chineses fazem filas gigantescas para trabalhar na Foxconn