Durante sua apresentação na CES 2015, a Ford anunciou o lançamento da iniciativa Smart Mobility, que tem como objetivo transformar a maneira como lidamos com a mobilidade urbana. O projeto envolve 25 experimentos que vão desde a análise de dados até um serviço que permite trocar um Mustang por uma minivan durante os finais de semana.

A companhia também revelou mais detalhes de seus planos para a produção de carros autônomos, exibindo uma versão do Ford Fusion Hybrid que já está sendo testada em estradas. Segundo o chefe de tecnologia da empresa, Raj Nair, a montadora está usando como base para o projeto os sistemas auxiliares que já emprega em diversos de seus automóveis.

Já o CEO e presidente Mark Fields aproveitou para “cutucar” a concorrência, afirmando que outras companhias se preocupam mais com o marketing do que em apresentar soluções relevantes. “Nossa prioridade é criar o primeiro veículo autônomo da Ford acessível para as massas que realmente aprimore a vida de nossos consumidores”, afirmou.

Desafios para o futuro

Fields destacou o que considera serem as quatro principais tendências que a indústria automobilística deve levar em consideração no futuro. Entre elas está o aumento do processo de urbanização, o crescimento da classe média global, dificuldades relacionadas à qualidade do ar e uma mudança na percepção dos consumidores — especialmente os jovens, que apresentam hábitos de consumo distintos de seus pais.

Segundo o CEO, a maior parte de seus carros já possui características semiautônomas, e ainda é preciso responder perguntas importantes que envolvem lidar com a transição entre a transição constante entre o papel de motorista e passageiro que uma pessoa desempenha em um veículo automático. Atualmente, a montadora busca modos de usar sua plataforma aberta OpenXC em outros modos de transporte, incluindo bicicletas e barcos.

Cupons de desconto TecMundo: