A Ford anunciou o resultado de um estudo inédito realizado com consumidores de diversos países na Europa para pesquisar o uso do celular na leitura e transmissão de mensagens de texto ao volante. O objetivo foi avaliar a extensão desse hábito, que é comum em todo o mundo e contribui para o aumento de acidentes, para avançar nas soluções oferecidas pelo sistema Ford SYNC de conectividade com o celular no automóvel.
 
A pesquisa mostrou que, em média, 48% dos motoristas entrevistados na Alemanha, Espanha, França, Grã-Bretanha, Itália e Rússia admitiram checar seus textos ao volante. Na Itália, esse índice foi de 61%, comparado com 55% na Rússia, 49% na França e Alemanha, 40% na Espanha e 33% na Grã-Bretanha. No total, 5.500 motoristas foram entrevistados.
 
O levantamento promovido pela Ford faz parte da preparação para o lançamento do seu sistema SYNC, que pode transformar mensagens de texto em voz e também permite ao motorista enviar uma resposta, selecionada dentro de uma lista de opções.
 
Hábito perigoso
 
            Mesmo sendo um hábito comum, quase a totalidade dos motoristas – 95% – concorda que ler textos no trânsito é perigoso e afeta a sua segurança ao dirigir. Pelo menos a metade acredita que a sua capacidade de resposta é 50% mais lenta ao ler mensagens no celular.
 
            "Os smartphones se tornaram rapidamente uma parte essencial na rotina de muitas pessoas", diz Christof Kellerwessel, engenheiro-chefe de Engenharia de Sistemas Elétricos e Eletrônicos da Ford. "Mas, como as mensagens de texto podem distrair os motoristas, é óbvio o benefício de um sistema capaz de transformar em voz as mensagens de texto dos smartphones."
 
Soluções SYNC
 
            O Ford SYNC será lançado no segundo semestre na Europa, junto com o novo B-MAX, e em seguida estendido para outros modelos da marca, como o Focus e o Kuga. O seu recurso de leitura de texto, desenvolvido pela Microsoft, acessa mensagens por comando de voz, usando a conexão Bluetooth de smartphones compatíveis.
 
            O SYNC também permite ao motorista enviar um texto de resposta a partir de uma lista predeterminada e manter-se conectado sem desviar a atenção da pista. As respostas incluem frases como: "Eu te amo", "Envie instruções" e "Te vejo em 10 minutos".
 
            O recurso do SYNC que transforma texto em voz será compatível com uma linha crescente de smartphones, beneficiando-se da adoção, pela Ford, do padrão Message Access Profile (MAP) para conexão Bluetooth entre dispositivos, já usado pelos principais fabricantes de aparelhos móveis.
 
O SYNC está presente hoje em mais de 4 milhões de veículos Ford nos Estados Unidos e a expectativa é que, até 2015, outros 3,5 milhões de veículos novos na Europa tenham o equipamento. No Brasil, ele já é oferecido nos modelos Fusion, Edge e New FiesA Ford anunciou o resultado de um estudo inédito realizado com consumidores de diversos países na Europa para pesquisar o uso do celular na leitura e transmissão de mensagens de texto ao volante. O objetivo foi avaliar a extensão desse hábito, que é comum em todo o mundo e contribui para o aumento de acidentes, para avançar nas soluções oferecidas pelo sistema Ford SYNC de conectividade com o celular no automóvel.

A pesquisa mostrou que, em média, 48% dos motoristas entrevistados na Alemanha, Espanha, França, Grã-Bretanha, Itália e Rússia admitiram checar seus textos ao volante. Na Itália, esse índice foi de 61%, comparado com 55% na Rússia, 49% na França e Alemanha, 40% na Espanha e 33% na Grã-Bretanha. No total, 5.500 motoristas foram entrevistados.

O levantamento promovido pela Ford faz parte da preparação para o lançamento do seu sistema SYNC, que pode transformar mensagens de texto em voz e também permite ao motorista enviar uma resposta, selecionada dentro de uma lista de opções.

Hábito perigoso

Mesmo sendo um hábito comum, quase a totalidade dos motoristas – 95% – concorda que ler textos no trânsito é perigoso e afeta a sua segurança ao dirigir. Pelo menos a metade acredita que a sua capacidade de resposta é 50% mais lenta ao ler mensagens no celular. "Os smartphones se tornaram rapidamente uma parte essencial na rotina de muitas pessoas", diz Christof Kellerwessel, engenheiro-chefe de Engenharia de Sistemas Elétricos e Eletrônicos da Ford. "Mas, como as mensagens de texto podem distrair os motoristas, é óbvio o benefício de um sistema capaz de transformar em voz as mensagens de texto dos smartphones."

(Fonte da imagem: Reprodução/ Ford)

Soluções SYNC

O Ford SYNC será lançado no segundo semestre na Europa, junto com o novo B-MAX, e em seguida estendido para outros modelos da marca, como o Focus e o Kuga. O seu recurso de leitura de texto, desenvolvido pela Microsoft, acessa mensagens por comando de voz, usando a conexão Bluetooth de smartphones compatíveis.O SYNC também permite ao motorista enviar um texto de resposta a partir de uma lista predeterminada e manter-se conectado sem desviar a atenção da pista. As respostas incluem frases como: "Eu te amo", "Envie instruções" e "Te vejo em 10 minutos".

(Fonte da imagem: Reprodução/ Ford)

O recurso do SYNC que transforma texto em voz será compatível com uma linha crescente de smartphones, beneficiando-se da adoção, pela Ford, do padrão Message Access Profile (MAP) para conexão Bluetooth entre dispositivos, já usado pelos principais fabricantes de aparelhos móveis.

O SYNC está presente hoje em mais de 4 milhões de veículos Ford nos Estados Unidos e a expectativa é que, até 2015, outros 3,5 milhões de veículos novos na Europa tenham o equipamento. No Brasil, ele já é oferecido nos modelos Fusion, Edge e New Fiesta. 

Via Assessoria de Imprensa

Cupons de desconto TecMundo: