Para se manter no mercado, Firefox terá que adotar H.264

Para se manter no mercado, Firefox terá que adotar H.264 (Fonte da imagem: Divulgação/Mozilla Firefox)

O ano de 2012 está com tudo e, pelo visto, o fim do mundo parece mesmo estar próximo. Depois de anos de resistência, a Mozilla Foundation resolveu prestar suporte para o codec de vídeo H.264, que até então havia sido excluído dos planos de desenvolvimento por razões de patentes proprietárias.

Tanto o presidente da Mozilla Foundation, Mitchell Baker, quanto o CTO Brendan Eich já anunciaram a adoção do padrão em seus respectivos blogs. Nas palavras de Baker, o atual momento dos vídeos para internet e dispositivos móveis faz com que a organização tenha que mudar seus planos para não correr o risco de tornar o navegador irrelevante no mercado de smartphones.

De acordo com Eich, a mudança poderia ser evitada caso mais empresas se mantivessem firmes na proposta de apoiar, exclusivamente, o formato de código aberto WebM, usado para a execução de vídeos em HTML5. Embora empresas como Adobe e Google tenham se pronunciado publicamente contra o H.264, Eich afirma que as ações mais recentes dessas companhias não foram firmes o suficiente.

Além disso, Eich também acredita que os próximos lançamentos de navegadores para dispositivos móveis da Google não deixarão de fora o suporte para H.264, já que a Apple reproduz com perfeição esse tipo de conteúdo. "Perder uma batalha é uma experiência amarga", complementa o CTO. "Mas nós devemos encará-la se quisermos ter sucesso em nossas iniciativas móveis. Falhar nesse tipo de plataforma seria o mesmo que entregar o Mozilla Firefox ao declínio e à irrelevância".

Cupons de desconto TecMundo: