O ano de 2016 já está quase acabando e muita gente aproveita o 13º salário e as economias feitas ao longo dos últimos meses para comprar novos produtos eletrônicos. Um dos segmentos que sempre se agitam nesta época é o de câmeras de ação — que são muito requisitadas por quem adora andar de skate, bicicleta ou praticantes de esportes de ação.

Mas quais são os melhores modelos que podem ser vistos no mercado atualmente? É esta a resposta que trouxemos neste artigo.

Importante deixar claro que escolhemos as câmeras lançadas em 2016 e algumas que são do ano passado, mas que ainda são as melhores de suas marcas. Também optamos por trazer apenas produtos que podem ser encontrados oficialmente no mercado brasileiro. Elas foram dispostas por ordem alfabética.

1. Garmin Virb XE

Produzida por uma das maiores fabricantes de eletrônicos para esportistas, a Virb XE foi bastante elogiada ao redor do mundo por conta de seu design reformulado — os modelos anteriores da Garmin eram mais cilíndricos e com opções menos intuitivas.

O aparelho é bem indicado para vários tipos de consumidor, inclusive aqueles que precisam da câmera para cenas aquáticas, pois ela é à prova d’água mesmo sem um case especial — com até 50 metros de profundidade garantidos. A resolução máxima para vídeos é de 1080p e para fotos é de 12 megapixels.

Outros pontos bastante elogiados ficam por conta da facilidade de fazer o encaixe dela em suportes dos mais diversos tipos — incluindo guidões de bicicletas, capacetes e faixas peitorais. A câmera ainda conta com conexões WiFi, sensores de movimentos, GPS integrado e aplicativo de controle dedicado.

  • Preço médio no Brasil: R$ 2.399

2. Garmin Virb Ultra 30

O modelo mais recente da Garmin é o Virb Ultra 30, que traz muito mais recursos do que o anterior — por um preço um pouco mais elevado, é claro. Um dos grandes destaques ficam no suporte à captura de vídeos em resoluções 4K, mas os sensores integrados também chamam muito a atenção dos consumidores.

Estes sensores ainda podem ser integrados a outros aparelhos e permitem que a câmera identifique uma série de dados sobre os exercícios que estão sendo realizados, incluindo taxa cardíaca, velocidades, força, cadência da atividade e inclinação (algo bem importante para ciclistas, por exemplo).

O modelo ainda conta com recursos de identificação de comandos por voz, microfone de alta qualidade, tela sensível ao toque e estabilização — apesar de esta última não ser muito elogiada pelas críticas internacionais.

  • Preço médio no Brasil: R$ 3.299

3. GoPro Hero5 Black

Lançada neste ano, a Hero5 Black da GoPro está chegando ao mercado brasileiro aos poucos — já é possível encontrá-la em importadores, e revendas oficiais devem abastecer estoques em breve.

Esta versão mais recente da GoPro traz suporte para gravação em 4K com até 30 fps e vários campos de visão diferentes — além de maiores taxas de frames em resoluções menores. Para fotos, o sensor suporta a captura de até 12 megapixels.

O aparelho teve melhorias bem legais em relação à geração passada: agora suporta até 10 metros de profundidade nos mergulhos e sem a necessidade de cases especiais; tem controles por voz, visor sensível ao toque, conectividade Bluetooth e WiFi, GPS integrado e suporte ao novo programa Plus de armazenamento em nuvem.

  • Preço médio no Brasil: R$ 2.599

4. GoPro Hero5 Session

Assim como o modelo anterior, a Hero5 Session da GoPro está chegando ao mercado brasileiro aos poucos e já é possível encontrá-la em importadores. A câmera tem design bem reduzido e é ideal para quem adora praticar esportes e não quer carregar muito peso em seus capacetes, por exemplo.

O modelo também tem vários recursos vistos na Hero5 Black, incluindo gravação 4K, controle por voz, conexão WiFi e Bluetooth. Outros destaques são a estabilização eletrônica e o isolamento que o torna à prova d’água com até 10 metros de profundidade.

  • Preço médio no Brasil: R$ 1.599

5. Sony FDR-X1000V

Ao contrário de câmeras que usam formato “box”, este modelo da Sony lembra muito mais uma handycam tradicional. Mesmo assim, ela traz traços pequenos e permite que haja bastante comodidade para a gravação das atividades físicas.

A Sony FDR-X1000V oferece configurações bem simples e excelente qualidade para a captura das imagens — tanto para fotografias quanto para vídeos, que ainda contam com recursos de estabilização bem satisfatórios em 4K ou 1080p.

Também é importante mencionar que a interface de configurações da câmera da Sony ganha muitos pontos pela facilidade. Em resumo: trata-se de uma ótima alternativa para quem quer fugir dos formatos tradicionais de câmeras de ação. Ela é antecessora da FDR-X3000, ainda sem disponibilidade no Brasil.

  • Preço médio no Brasil: R$ 2.119

6. TomTom Bandit

A TomTom Bandit é outra câmera bem interessante para quem quer fugir do habitual formato GoPro. Ela conta com um design robusto e resistente, sendo que seu grande diferencial está no sensor GPS de altíssima precisão — que consegue gravar não apenas localização, mas também dados de velocidade e força G nas atividades.

Ponto positivo também para o aplicativo simples e funcional ao qual o sistema é integrado — que permite até mesmo o controle por gestos, além de edição facilitada e upload rápido dos conteúdos. A câmera ainda grava em 4K com até 15 frames por segundo e faz fotos com até 16 megapixels.

Ela tem apenas dois pontos que precisam ser levados em consideração: é pesada em relação às competidoras e precisa de uma substituição da lente para que possa ser usada em ambientes com água.

  • Preço médio no Brasil: R$ 2.679

........

Você está pensando em comprar uma câmera de ação neste fim de ano? Será que alguma delas vai conquistar o seu coração?

Cupons de desconto TecMundo: