Você já deve ter se deparado com links para matérias com chamadas que buscam fisgar a sua atenção ao instigar sua curiosidade. Títulos como "você não vai acreditar nisto ou naquilo", que acabam obrigando o usuário a clicar para descobrir o real teor do conteúdo, são popularmente conhecidos como "clickbaits" – as iscas para aumentar clicks e visualizações nas páginas.

O Facebook, no entanto, resolveu entrar em uma empreitada para acabar com esse tipo de link, forçando os sites a abandonarem os "títulos-surpresa". O feed de notícias da rede social passará a considerar dois fatores para a exibição de conteúdo: a probabilidade de engajamento e o quanto você, enquanto usuário, realmente quer ver as postagens feitas por uma página específica.

As duas novas diretrizes buscam traçar melhor o perfil das pessoas e sinalizar possíveis diferenças entre o comportamento real e o "forçado". Se um usuário não curte muito os posts de uma determinada página, mas tem vários cliques registrados em determinadas postagens, isso pode significar que ele está sendo puxado pelo método do "clickbait".

A guerra pelos cliques

O principal argumento do Facebook é que a busca deve ser por cliques reais: "Em geral, as páginas devem evitar encorajar as pessoas a tomar ações (como uma grande quantidade de cliques forçados), pois isso vai causar apenas picos temporários nas métricas, que podem, então, ser rebalanceadas novamente pela classificação do feed com o passar do tempo", diz a postagem oficial.

A ideia é que as postagens sejam mais claras e diretas, para que o comportamento seja avaliado de forma orgânica e não por ações impulsionadas pela curiosidade. Será que finalmente o "clickbait" vai acabar?

Você costuma clicar em links com "título-surpresa" no Facebook? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: