Talvez você não se lembre deste caso, mas em 2013, Derek Medina matou a própria esposa e postou uma foto do corpo no Facebook. O homem de 33 anos foi julgado e condenado culpado na Flórida, nos Estados Unidos.

Medina atirou oito vezes em Jennifer Alfonso, de 27 anos. Após a confissão de tirado a foto e postado a imagem, o rapaz disse que o motivo do homicídio foi defesa própria "após anos de abuso". Agora, ele aguarda a sentença — segundo os relatos, pena mínima de 25 anos até prisão perpétua.

Sobre o homicídio, Medin disse que Jennifer estava com a uma faca na mão e o ameaçava. Contudo, os promotores, por meio da perícia, alegaram que ela estava ajoelhada durante os disparos.

Na época, após publicar a imagem da própria mulher morta, Medina postou o seguinte: "Eu vou para prisão ou serei sentenciado a morte por matar a minha mulher. Amo vocês, rapazes (...) Minha esposa estava me socando e eu não posso continuar sofrendo este abuso, então eu fiz o que fiz. Eu espero que vocês me entendam". Veja a imagem do comentário logo abaixo.

Abaixo, você vê o print de 2013 quando Medina postou a foto de Jennifer Alfonso. "Nenhuma família deveria ver a filha morta e então exposta a todo o mundo na internet como um troféu macabro da raiva de um marido", disse a procuradora Katherine Rundle, que está trabalhando no caso.

O que você acha do caso do homem que matou a própria mulher e postou no Facebook? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: