O Facebook começou a testar recentemente os “Instant Articles” ou “Artigos Instantâneos” em seus apps para smartphones com o intuito de melhorar a experiência do usuário ao ler notícias e artigos publicados na rede social. Eles carregam muito mais rápido que uma página web no celular e são normalmente mais integrados com o Facebook. O problema é que os publicadores estão perdendo dinheiro com isso.

Segundo o The Wall Street Journal, os 20 sites que entraram para o programa de testes do Instant Articles não estão nada satisfeitos com a receita que estão recebendo desses artigos publicados direto no Facebook, uma vez que, se recebessem aqueles acessos direto em seus sites, ganhariam muito mais com anúncios.

Isso acontece porque o Facebook limita a quantidade de banners nesses Instant Articles a apenas uma imagem estática de 320x250 a cada 500 palavras. A média normal é de quatro ou cinco banners animados para essa mesma quantidade de palavras, que ainda rendem mais que os estáticos.

Melhorando

Com essa insatisfação dos publicadores, o Facebook parece estar se mexendo para melhorar a receita. A expectativa é de que seja possível colocar mais banners ou a rede social vai dar mais importância para esses artigos no feed dos usuários.

Apesar disso, as empresas que estão testando continuam vendo a novidade como uma ótima forma de conseguir mais leitores, uma vez que esses artigos publicados direto no Facebook carregam muito mais rápido do que uma página web e não requerem a alternância de apps no celular.

Cupons de desconto TecMundo: