Quem acessa o Facebook sabe que é possível encontrar prestadores de serviços variados na rede social. Pensando no conforto que tal escolha poderia trazer, o casal Becky Szenk e Mark Higgins decidiu contratar um desses profissionais para auxiliar em sua mudança para West Midlands, na Inglaterra, mas acabaram descobrindo, da pior forma, que fizeram uma escolha errada. 

Em entrevista ao site Daily Mail, a família informou que contratou um trabalhador conhecido como Lee Green para ajudar na mudança do apartamento em que viviam para o bar no qual Higgins é gerente. No dia combinado, Green apareceu acompanhado por um ajudante e seguiu tudo como manda o protocolo: empacotou todos os bens e os colocou em segurança em uma van. Eles ainda aproveitaram a situação para tomar uma chá... mas de sumiço. 

Perdas somam cerca de R$ 60 mil 

Além do dinheiro perdido por contratar os “profissionais” mencionados acima (aliás, Green removeu a página do Facebook no mesmo em dia em que deveria ter realizado a mudança), o casal também contabilizou outras perdas. A lista inclui um guarda-roupa, fotos de família, uma geladeira, uma máquina de lavar e o anel de compromisso de Szenk, além de outros itens que, juntos com os mencionados, somam 10 mil libras esterlinas (cerca de R$ 60 mil). 

Casal ficou praticamente sem nada após cair em golpe e contratar "profissionais" para fazer sua mudança

“Eles deveriam encontrar meu parceiro no bar, mas nunca deram as caras. Fomos deixados com praticamente nada. Para nós, isso foi uma grande lição. Espero que outros sejam mais cuidadosos ao confiar em pessoas que eles contratam em redes sociais já que detestaria ver isso acontecendo a alguém”, explicou Szenk. 

Outra informação repassada pela família é que a única coisa deixada por Green e seu ajudante foi a televisão. Eles ainda pediram para que a família colocasse etiquetas indicando o que havia nas caixas para auxiliar no transporte, e depois perceberam que os itens mais valiosos foram guardados primeiro. 

“Isso nos deixou de coração partido. Temos condições de repor os móveis, mas os objetos pessoais não podem ser substituídos”, concluiu Szenk.

Você conhece alguém que já foi pego em um golpe no Facebook? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: