O Facebook é parte integrante da rotina de boa parte dos brasileiros — há mais de 90 milhões de usuários do Brasil na rede social. Você pode imaginar que isso signifique uma grande quantidade de dinheiro sendo movimentada, não é mesmo? Se pensa dessa forma, tem razão! Segundo um estudo realizado pela empresa de consultoria Deloitte, o Brasil é o segundo país em que mais se movimenta dinheiro pela rede.

Segundo o relatório (que você pode conferir por este link), o impacto econômico em 2014 foi de US$ 10 bilhões, sendo que mais de 231 mil empregos foram gerados ou mantidos por causa da rede social. Vale dizer ainda que o setor em que isso ficou mais evidente é no marketing, como fica bem claro em um trecho do relatório:

“Depois dos Estados Unidos, o Brasil é o segundo no ranking de impacto econômico do marketing da rede social. A grande população e uma base de pessoas bastante engajada têm sido peças importantes para um impacto econômico estimado em US$ 8,4 bilhões, que geram ainda 189 mil empregos no país.”

O mesmo relatório mostra que o impacto global também foi bem grande. No total, US$ 227 bilhões foram movimentados ao redor do mundo, sendo que 4,5 milhões de empregos ligados ao Facebook estão com postos ativos. Será que em 2015 esses valores vão ser ainda mais altos ou a rede social de Zuckerberg deve passar por um processo de estagnação?

Cupons de desconto TecMundo: