No mês passado, Mark Zuckerberg e sua esposa fizeram a doação de US$ 25 milhões para a Fundação de Centros de Controle de Doenças, a fim de ajudar no combate à epidemia do ebola. Agora, o Facebook também está dando seu suporte e anunciou três novas iniciativas em favor daqueles que foram afetados pelo vírus.

A primeira — e principal— é a adição de uma notificação de doação. Uma mensagem que aparecerá para todos os 1,3 bilhões de usuários em algum momento desta semana, dando a eles a opção de contribuir para uma das organizações sem fins lucrativos que estão trabalhando atualmente na África — a Cruz Vermelha, a Corporação Internacional de Medicina e a Salvem as crianças.

A empresa da rede social também está trabalhando em parceria com a Unicef para enviar atualizações, informações e mensagens de alerta para as pessoas da África Ocidental — Guiné, Libéria e Serra Leone —, principalmente nas áreas mais afetadas pela doença.

Por fim, a terceira iniciativa da companhia é doar 100 terminais de comunicação via satélite para oferecer banda e conectividade mobile para esses países, visando melhorar sua comunicação e infraestrutura.

Um quadro preocupante

É muito bom saber que uma empresa que possui tantos recursos como o Facebook esteja se disponibilizando para ajudar a conter a crise. Por outro lado, o fato de ser tão incomum o envolvimento da companhia em ativismos do gênero nos leva a pensar sobre a gravidade do problema. Para mais informações, você pode visitar também a página oficial da Luta contra o Ebola criada pelo próprio Facebook.

Cupons de desconto TecMundo: