Ciente da recente polêmica que os termos de uso do Messenger provocou entre alguns de seus usuários, o Facebook veio a público esclarecer por que o mensageiro precisa acessar tantas áreas para funcionar corretamente. Além de acessar aspectos como câmera fotográfica, GPS e lista de contatos, o app pede permissão para enviar, receber e ler mensagens SMS — serviço que ele não oferece.

Segundo a explicação oficial dos desenvolvedores do software, os motivos para que esse último ponto seja necessário são simples. Segundo a companhia, no momento que você atribui um número de telefone à sua conta, é preciso receber um código de confirmação por SMS por questões de autenticação — na prática, as permissões dadas ao mensageiro simplesmente possibilitam que isso ocorra de forma automática.

Confira as demais justificativas dadas pela empresa:

  • Tirar fotografias e gravar vídeos: essa permissão permite compartilhar facilmente conteúdos desse tipo com outros usuários.
  • Gravar áudio: possibilita enviar mensagens de voz e realizar ligações gratuitas.
  • Ligar diretamente para um número: permite ligar rapidamente para algum dos membros de sua lista de contatos.
  • Ler seus contatos: permissão que possibilita adicionar contatos guardados na memória do aparelho ao Messenger. Pode ser desabilitada pelos usuários através das configurações do comunicador.

Conforme esclarecemos em um artigo anterior, as permissões requisitadas pelo Messenger podem parecer estranhas e até mesmo invasivas, mas fazem sentido quando levamos em consideração as funções desempenhadas pelo aplicativo. De qualquer forma, é sempre bom ficar atento aos termos de uso de tudo aquilo que instalamos em nossas aparelhos —afinal, muitas vezes isso pode fazer com que revelemos sem querer detalhes de nossa vida privada a grandes corporações que vão utilizar esses dados para nos vender publicidade.

Cupons de desconto TecMundo: