Na última quarta-feira (18 de junho), o Facebook anunciou uma novidade bem interessante e que pode revolucionar o mercado de switches e roteadores de internet. Trata-se do Wedge, um projeto open source que pode tornar muito mais baratas a criação e a manutenção de infraestruturas de redes — nos mais diversos tipos de instituições, incluindo grandes empresas e universidades.

O Wedge é um hardware bem diferente de outros controladores de switches presentes no mercado, justamente por ser open source. Em vez de possuir processadores, moduladores e firmware produzidos por uma única empresa, todo o sistema pode ser alterado pelos desenvolvedores. Segundo o próprio Facebook, isso faz parte de um grande ideal de desagregação da tecnologia envolvida na infraestrutura de redes.

Esse equipamento funciona também com um sistema operacional próprio e de código aberto: o FBOSS. Segundo a empresa, este sistema garante mais facilidade para alavancar bibliotecas de softwares e sistemas. Há mais opções de acessibilidade para os gerenciadores e também melhores métodos de controle dos fluxos de dados e distribuição de pacotes. Tudo depende da vontade dos administradores da rede.

Como a própria empresa disse em um comunicado oficial: “Switches tradicionais geralmente usam configurações de hardware fixas e interfaces de controle não padronizadas, limitando as capacidades e complicando o desenvolvimento. (...) Com o Wedge, qualquer pessoa pode modificar ou substituir componentes no nosso design para que ele fique melhor encaixado nas necessidades.”.

De onde surgiu a ideia?

Wedge e FBOSS são os primeiros grandes produtos do Projeto de Computação Aberta (OCP, na sigla em inglês). Esse projeto surgiu em 2012 para criar novos caminhos na construção e na compra de hardware, descentralizando a distribuição das grandes empresas do mercado por trazer opções de código e plataformas abertos. Mas nem todo mundo deve ficar feliz com a ideia, caso ela seja aceita pelo mercado mundial.

Caso isso realmente aconteça, estima-se que a Cisco — atual líder no mercado de switches de alto desempenho — possa perder cerca de 60% de seus ganhos. Outras empresas de menor influência também devem ser afetadas pela chegada de plataformas open source, ainda mais se elas vierem sob a chancela do Facebook — empresa que garante ter economizado mais de US$ 1 bilhão com hardware OCP, somente em 2013.

Cupons de desconto TecMundo: