(Fonte da imagem: Reprodução/Buzzfeed)

O Facebook adicionou novas restrições ao controle de postagens feito pela rede social. A partir de agora, é proibido postar anúncios de venda de armas de fogo ilegais no site. A ação é parte de um pedido antigo, já que o comércio de itens de alto calibre já é bastante conhecido há algum tempo.

Torna-se proibido, portanto, comercializar itens ilegais que indiquem uma vontade de escapar da lei ou ajudar outros a quebrá-la. Quem quiser comercializar armas de fogo nos Estados Unidos precisará seguir algumas regras, como não fazer a transação com pessoas de outros estados e checar o histórico do possível comprador antes de realizar a venda. Mas o Facebook dificilmente fará o monitoramento sozinho, garantindo que vai basear-se na denúncia de outros usuários.

A partir de agora, de acordo com uma postagem no blog oficial do Facebook, a rede social vai enviar uma notificação a cada usuário que iniciar um anúncio legal contendo todas as leis e regulamentações relativas ao comércio na rede. Além disso, apenas maiores de 18 anos poderão ver as postagens dos anúncios "perigosos" ou acessar fanpages de comércio desses itens.

No Instagram, outro ponto da internet popular para postagem e comércio de armas de fogo, avisos contendo as leis relativas a esses objetos surgirão em forma de janelas no aplicativo para quem pesquisar por certos termos na busca do serviço. Mas nem todos os cadastrados nas redes sociais ficaram felizes: pessoas que mantêm páginas de venda e exibição de revólveres e rifles de caça, por exemplo, terão o negócio prejudicado com as novas medidas. Todas as mudanças devem ser implementadas "nas próximas semanas".

Cupons de desconto TecMundo: