(Fonte da imagem: Reprodução/Facebook)

A mudança de design no feed de notícias do Facebook surpreendeu e agradou a muitos, graças à divisão de categorias. Mas você já parou para pensar como eles chegaram a essa solução? Para os mais curiosos, a rede lançou um post explicando como foi o processo.

Segundo eles, a maior reclamação recebida pela empresa com relação ao feed estava no fato de ele ser abarrotado demais. Então, quando um grupo de pesquisa foi questionado sobre soluções para descongestionar a área de notícias, surgiu algo curioso: quase todos respondiam que bastava retirar os posts que não eram do interesse deles.

É aí que entra o maior problema: cada pessoa tinha seus próprios gostos – alguns não queriam as notificações de jogos, outros só se interessavam nas fotos dos amigos, e por aí vai. Assim, ficou claro que não era possível se livrar de alguns tipos de post; dividi-los em categorias, entretanto, podia solucionar tudo.

Como surgiram as categorias

Com isso, tudo o que restou foi decidir quais categorias criar. Para descobrir quais eram as mais relevantes, o grupo de testes teve os posts mais recentes de seu feed impressos, com o objetivo de separar apenas aqueles que fossem relevantes para cada um.

Ampliar Para ajudar na criação das categorias, bastou uma combinação de posts impressos e post-its (Fonte da imagem: Reprodução/Facebook)

Ao fim da separação, já estavam claros os principais feeds que deveriam ser criados. Uma categoria para fotos, por exemplo, era óbvia desde o início; a “Todos os amigos”, todavia, foi um resultado direto dos estudos feitos por eles.

E você: gostou da divisão dos feeds? Acha que faltaram categorias? Deixe seus comentários abaixo.

Cupons de desconto TecMundo: