Pessoas não serão marcadas automaticamente na Europa (Fonte da imagem: Reprodução/AdvisoryJournal)

A tecnologia de reconhecimento facial do Facebook, que permite a marcação automática de pessoas em fotos postadas no site, é uma das medidas mais polêmicas já adotadas pela rede social – e, agora, a empresa de Mark Zuckerberg retirou a função em países da Europa.

De acordo com o Slashgear, a ferramenta sai do ar nesta sexta-feira (21), sendo que a rede social se comprometeu também a apagar um banco de dados com as fotos de todos os perfis de europeus. Mas o Facebook não foi obrigado a retirar a função, tendo tomado a decisão após várias discussões com órgãos de proteção ao consumidor – ou seja, foi vencido pelo cansaço.

Reclamações contra o sistema de reconhecimento eram feitas desde dezembro de 2011, sendo a Europa o principal foco dos protestos – alguns países do continente sempre foram conhecidamente contra mecanismos que supostamente seriam invasão de privacidade, como o Google Street View.

Fonte: Slashgear

Cupons de desconto TecMundo: