O Facebook está combatendo a pornografia de vingança e, agora, anuncia novas ferramentas que vão ajudar os usuários quando imagens íntimas próprias ou de pessoas conhecidas forem compartilhadas sem permissão. A ação atinge tanto o Facebook quanto o mensageiro Messenger e a rede social de fotos Instagram.

"Esta novidade é parte de nossos esforços para ajudar a construir uma comunidade mais segura, tanto no Facebook como fora dele", notou a rede social em declaração. "De acordo com um estudo conduzido nos Estados Unidos com vítimas do compartilhamento de imagens íntimas sem consentimento, 93% das pessoas afetadas por esse compartilhamento relataram angústia emocional, e 82% afirmaram sofrer prejuízos em aspectos sociais, profissionais e outras importantes áreas de sua vida".

Em pleno 2017, você já deveria saber que postar pornografia não autorizada, além de ilegal, é imoral

Agora, se você encontrar alguma imagem que se encaixe em pornografia de vingança, você poderá denunciar a foto clicando em uma seta no canto superior direto dela — o botão "..." também oferece essa opção.

"Membros especialmente treinados do nosso time de Operação de Comunidade irão revisar os conteúdos, e removê-los caso violem nossos Padrões de Comunidade. Em muitos casos, nós também vamos suspender a conta de que compartilhou essas imagens íntimas sem permissão", deixou claro a rede social.

A foto denunciada também vai "sumir" do Facebook, já que a plataforma vai impedir que ela seja compartilhada. "Se alguém tentar compartilhar a imagem depois que ela foi denunciada e removida, nós vamos alertar essa pessoa que a imagem viola nossas políticas e que nós vamos impedir sua tentativa de compartilhamento".

Cupons de desconto TecMundo: