A ferramenta de Verificação de Segurança do Facebook é uma forma interessante que a rede social vem empregando há algum tempo para ajudar pessoas em regiões de catástrofes a informar aos seus amigos, parentes e conhecidos que estão bem. No ano passado, a empresa anunciou que a funcionalidade ganharia uma nova função chamada Ajuda da Comunidade (tradução livre para “Community Help”), e agora a novidade começou a chegar a alguns países.

A seção foi pensada para conectar vítimas que estejam em uma região afetada por alguma calamidade a pessoas que também estejam por lá, mas que desejam oferecer algum tipo de ajuda. Dessa forma, aqueles que tiverem passado ilesos pela situação e desejem oferecer alimentos, água, abrigo, transporte e outras formas de assistência poderão utilizar a rede social para isso.

Com a novidade, vai ficar mais fácil que vítimas e pessoas dispostas a ajudar encontrem uns aos outros

Segundo o Facebook, a novidade é um passo lógico para a Verificação de Segurança, que foi lançada originalmente em novembro de 2014 e, na época, era feita manualmente por funcionários da rede social em cada situação catastrófica. Depois de algum tempo, o sistema ficou mais automatizado, baseando-se em alertas de agências e picos de publicações de usuários que estejam na região mencionada. Ainda assim, funcionários supervisionam tudo para impedir falsos positivos.

A função entrará em ação sempre que a Verificação de Segurança for acionada

Como funciona

Falando com agências de apoio, o Facebook descobriu que muitas vítimas de desastres iam até a rede social em busca de auxílio ou de pessoas que possam ajudar. Foi pensando nesse tipo de situação que a Ajuda da Comunidade foi idealizada. A novidade poderá ser acessada dentro da Verificação de Segurança depois que você se marcar como seguro em situações de calamidades naturais e grandes acidentes.

Para inspirar confiança, as postagens de pedidos mostrarão se você tem amigos em comum com as pessoas que as fizeram. Os posts também devem relembrar os usuários sobre quais são os riscos de tomar ações envolvendo pessoas no mundo real, recomendando que encontros sejam marcados em espaços públicos, por exemplo – e será necessário ter mais de 18 anos para utilizar a Ajuda da Comunidade.

Inicialmente, a novidade está sendo implementada somente na Arábia Saudita, na Austrália, no Canadá, nos Estados Unidos, na Índia e na Nova Zelândia. Segundo o Facebook, há planos para que a ferramenta seja liberada de forma mais ampla nas próximas semanas e meses.

Cupons de desconto TecMundo: