Preocupado com o problema que a divulgação de notícias falsas representa, o Facebook pode começar a usar em breve um novo sistema de filtros na Alemanha. Segundo o Financial Times, o país foi escolhido como área de teste devido à preocupação de que conteúdos do tipo — muitos deles produzidos a mando da Rússia — tenham influência sobre as eleições federais promovidas em 2017.

As ferramentas usadas para checar a veracidade das informações vão ser semelhantes àquelas que a rede social passou a empregar em dezembro de 2016 nos Estados Unidos. No país norte-americano, o site conta com a ajuda de organizações independentes especializadas em checar fatos para impedir a circulação de notícias falsas.

Facebook vai permitir que usuários reportem notícias e publicações como falsas

Na Alemanha, o Facebook vai permitir que usuários reportem notícias e publicações como falsas — feito o alerta, a organização Correctiv, baseada em Berlim, vai checar a veracidade dos dados apresentados. Qualquer item confirmado como ilegítimo vai ser sinalizado como “em disputa”, sinal que é acompanhado de uma pequena explicação do motivo pelo qual o conteúdo recebeu essa marca.

Além disso, os usuários vão ser alertados de que estão lidando com um conteúdo inverídico quando tentarem compartilhar a notícia em questão. A companhia pretende colaborar com parceiros de mídia na Alemanha para aprimorar o sistema, que deve ser expandido para outros países ao redor do mundo em questão de pouco tempo.

Cupons de desconto TecMundo: