Mark Zuckerberg demonstra o serviço na Califórnia. (Fonte da imagem: Reprodução)

Reuters. Por Alexei Oreskovic - O Facebook vai integrar conversas de vídeo pelo Skype em seu serviço de redes sociais, uma parceria que visa consolidar seu papel como um grande centro de comunicações.

O acordo, anunciado pelo presidente-executivo do Facebook, Mark Zuckerberg, na sede da companhia em Palo Alto, Califórnia, aprofunda a cooperação da rede social com a Microsoft, que está em processo de aquisição do Skype por 8,5 bilhões de dólares.

Zuckerberg disse que o Facebook tem agora 750 milhões de usuários. O novo serviço, que começará imediatamente, pode ser um grande impulso para o Skype, que atualmente conta com 145 milhões de usuários regulares.

O anúncio acontece uma semana depois de o Google ter lançado seu novo serviço de redes sociais, o Google+, acirrando a competição no segmento.

Ainda que muitos dos recursos de relacionamento do Google+ sejam semelhantes aos já disponíveis no Facebook, o Google tem atraído usuários por conta de suas funções de videoconferência, que permitem que até 10 pessoas participem de uma conversa por vídeo.

A nova oferta de serviços do Facebook, que inicialmente se limitará a conversas entre duas pessoas, pode beneficiar a Microsoft, que tem participação de 1,6 por cento do Facebook e anunciou a compra do Skype em maio.

Cupons de desconto TecMundo: