Parece que o Facebook tem sido pressionado pelos seus anunciantes para oferecer métricas mais confiáveis e completas. A empresa enviou um comunicado à imprensa explicando que está implementando algumas novidades em seu sistema de medição de audiência, que agora deve ser “auditado” e se tornar comparável com as métricas de outras mídias.

A ideia é que essas empresas revisem as métricas tradicionais do Facebook e possam afirmar que elas são de fato confiáveis

Para tal, o Facebook fez uma parceria com empresas especializadas em medição de audiência e impacto de anúncios, como Nielsen, comScore, Moat e Integral Ad Science (IAS). A ideia é que essas empresas revisem as métricas tradicionais do Facebook e possam afirmar que elas são de fato confiáveis.

“Nós estamos explorando revisões adicionais de terceiros para validar os relatórios que disponibilizamos para os parceiros. Também estamos lançando a capacidade de verificar dados de impressão por meio da verificação de visualização de empresas terceiras parceiras, incluindo Moat, IAS e comScore. Essa integração é direcionada para todos os parceiros que nos solicitaram medições independentes de quantidade de tempo de anúncios que são visualizados na tela”, diz o comunicado.

Vídeos e lives

Junto com a Nielsen, o Facebook ainda está trabalhando em uma forma de incluir a audiência dos vídeos e lives postadas na rede social no “Digital Content Ratings” ou DCR. “Isso dará aos anunciantes o acesso à verificação de vídeos de terceiros, com métricas digitais e de TV comparáveis dentro do Total Audience Measurement da Nielsen”.

O Facebook também prometeu fazer postagens periódicas sobre suas métricas, explicando tanto o que já existe quanto o que ainda está por vir, no seu novo Blog Metrics FYI.

Cupons de desconto TecMundo: