Sempre que os bancos de dados de serviços com muitos usuários são invadidos, vemos a mesma recomendação: troque imediatamente a senha de suas outras contas, caso você estivesse usando o mesmo password para diversos serviços.

De acordo com Alex Stamos, chefe de segurança do Facebook, senhas repetidas são o principal problema de segurança online. Durante o evento Web Summit, que aconteceu em Lisboa, ele deu alguns detalhes das medidas drásticas que a empresa toma para manter seus usuários seguros.

Foi o que ela fez em 2013, quando a Adobe foi hackeada e os dados de milhões de pessoas foram divulgados

A principal delas é entrar no mercado clandestino de senhas roubadas e comprar esses dados para comparar com a sua própria base de dados. Quando percebe que a senha de algum usuário no Facebook é a mesma de outro serviço que foi invadido, a empresa manda um alerta para que ele mude o password. Foi o que ela fez em 2013, quando a Adobe foi hackeada e os dados de milhões de pessoas foram divulgados

Não use a mesma senha em vários serviços

Isso acontece principalmente porque muitas pessoas colocam senhas fáceis em serviços menos usados, já que eles supostamente não guardam informações importantes e não vão ser fonte de um problema caso sejam invadidos.

Mas essas senhas fáceis podem virar uma dor de cabeça quando testadas em todos os outros serviços nos quais o seu email está cadastrado. É isso que empresas como Facebook e PayPal, que também admitiu comprar senhas no mercado clandestino, usam como justificativa para tomar essas medidas.

Apesar disso, comprar senhas roubadas de bancos de dados não é uma prática muito aceita entre os profissionais e especialistas em segurança. Como alternativa, Stamos lembra que o Facebook tem várias ferramentas que podem e devem ser usadas para dificultar o trabalho dos criminosos, como a autenticação em dois fatores.

Cupons de desconto TecMundo: