De acordo com o jornal The Guardian, o Facebook estuda atualmente o lançamento de uma versão mais segura do Messenger, o app de comunicação que consiste na versão mobile do chat da rede social. Nos próximos meses, uma versão criptografada opcional será lançada para quem quiser uma segurança adicional — e serão conversas com criptografia de ponta a ponta, assim como o WhatsApp recentemente implementou. Tanto as autoridades governamentais quanto a própria rede social ficam, portanto, impedidas de ler o conteúdo das mensagens trocadas.

A opção de deixar a criptografia como opcional é uma estratégia do Facebook para que o chamado machine learning continue a operar. Sem ter acesso aos recados, a inteligência artificial do Messenger perde acesso a muita informação que era utilizada para que os bots da empresa ficassem cada vez mais espertos e precisos. É só com essa leve invasão de privacidade que respostas inteligentes e ações automáticas são "dominadas" pela máquina — o novo mensageiro Allo, da Google, funciona exatamente assim.

Escolha o seu destino

Em resumo, tudo isso significa que muito em breve você terá que escolher entre duas alternativas para falar com os seus contatos do Facebook. É melhor ter um Messenger completamente seguro, mas com menos funções e uma máquina que te conhece menos, ou o app só com a segurança atual e com os bots aprendendo o seu comportamento para garantir algumas regalias?

Cupons de desconto TecMundo: