A internet impera como principal meio de comunicação e disseminação rápida de informações. Nesse contexto, as redes sociais exercem um papel de suma importância, e o Facebook é o líder de audiência. Mas não se engane: o serviço ainda está longe de dominar todos os cantos da internet (se é que essa foi, algum dia, a intenção da equipe). Uma pesquisa aponta que 28% dos usuários não confiam na segurança de seus dados no Facebook “de jeito nenhum”.

O estudo foi levantado pelo Huffington Post em parceria com a YouGov e, pelo que podemos constatar ali, parece que o Facebook ainda tem muito trabalho pela frente – e nós também, naturalmente. Exatamente 28% das 1 mil pessoas que responderam à pesquisa, realizada entre os dias 22 e 25 deste mês, afirmaram que “não confiam de jeito nenhum” os seus dados ao Facebook.

Antes que se pense em alguma teoria conspiratória sobre o levantamento em si – coisas como "tem gente da Google ou da concorrência aí" –, basta checar a porcentagem de pessoas que “não confiam tanto” no Facebook: 34%.

Facebook é utilizado por pessoas do mundo inteiro, mas sua segurança ainda é questionada

Ainda temos 62% para alcançar a totalidade dos 100%, certo? Pois bem: 32% disseram que “até que confiam” no Facebook; outros 3% se disseram “incertos” com relação à segurança de dados da rede social de Mark Zuckerberg; enquanto, por fim, uma discreta fatia de 3% disse que “confia muito”. Um número substancialmente baixo, dada a relevância do Facebook em escala mundial.

Tanto que a rede social, de acordo com o CNET, não fez qualquer comentário até o momento. Fica claro que a pesquisa, bem como era de se esperar, não foi exatamente digestiva para a equipe por trás da rede social. “A pesquisa incluiu 788 usuários do Facebook em entrevistas conduzidas com 1 mil pessoas. O Huffington Post fez uma parceria com a YouGov para tal. Muitas pesquisas apresentam uma margem de erro que pode representar erros”, explica o site.

E você, também acredita que seus dados não estão seguros no Facebook ou confia plenamente na rede social de Mark Zuckerberg? Comente no Fórum do TecMundo.

Cupons de desconto TecMundo: