Depois de muito falarem sobre seu ambicioso projeto de colocar drones movidos a energia solar para oferecer internet via satélite ao mundo todo, o Facebook veio finalmente mostrar o resultado de todos os anos de trabalho em sua iniciativa Free Basics. E quão avançada ela está? Bem, o suficiente para que a empresa coloque seu primeiro satélite em operação dentro de apenas alguns meses.

As boas novas foram reveladas durante o evento Facebook F8, após vários testes feitos com o aparelho durante boa parte de 2015. Infelizmente, ainda não há uma data específica para que o primeiro satélite seja colocado em operação, mas o próprio Mark Zuckerberg afirmou que o lançamento ocorrerá “em alguns meses”, oferecendo internet na região da África Subsaariana.

Apesar da envergadura maior do que as asas de muitos aviões comerciais, o Aquila é um veículo mais leve do que um carro.

Para funcionar, o projeto vai contar com uma série de aparelhos. Primeiro, um satélite AMOS-6 vai operar no espaço, transmitindo a informação para o gigantesco drone voador Aquila, que opera na estratosfera (ainda longe do alcance de nossa vista, caso você esteja se perguntando) e repassa o sinal para a superfície.

Zuckerberg também revelou duas novas tecnologias que vão trabalhar em conjunto dos aparelhos acima; esses, porém, operando apenas em terra. O Aries e o Terragraph, segundo ele, foram projetados para funcionar em áreas urbanas e rurais, respectivamente. O que eles fazem? Infelizmente isso não foi revelado, mas o CEO do Facebook prometeu mais informações em breve.

Tudo o que temos sobre ambas as tecnologias, por enquanto, são as imagens acima.

Por último, mas não menos importante, Zuckerberg também explicou que está lançando uma nova versão de sua interface – simplesmente chamada por ele de “Lite Framework”. Esta vai diminuir o consumo de dados para em torno de 25% do consumo de internet normal, trazendo uma versão simplificada de sua rede social. Isso, junto de sua ferramenta Augmented Traffic Network, devem ser usadas juntas para construir apps para o público do Free Basic.

Ainda é cedo para dizer se a tecnologia realmente vai ser um sucesso. Mas, considerando que já tivemos mais de 15 milhões de pessoas beneficiadas graças ao Free Basic, tudo indica que essa será uma das investidas mais importantes da empresa em sua busca por uma internet ao alcance de todos.

Você acha que o projeto de internet grátis do Facebook vai dar certo? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: