Todos os escritórios do Facebook pelo mundo contam com uma grande parede recheada de assinaturas. Nela, constam palavras, frases e nomes de praticamente todas as pessoas que passaram por ali. Acontece que alguns funcionários do escritório de Menlo Park, na Califórnia, estão sendo "desrespeitosos" ao riscar o nome do movimento Black Lives Matter, que foi gravado na parede local, para "All Lives Matter".

Vamos explicar: o movimento internacional Black Lives Matter teve origem nos EUA e luta contra a violência sobre os negros. A ideia é realizar protestos para cobrar e jogar luz sobre as mortes causadas por forças policiais, a brutalidade policial, a discriminação racial e a desigualdade racial no sistema criminal norte-americano. Por isso, nada melhor do que uma inscrição "Black Lives Matter" na parede do Facebook para trazer atenção ao perturbante caso que acontece nos EUA — e por todo o mundo.

Porém, como indicado pelo pessoal do ValleyMag e GizUS, o escritório de Menlo Park, na Califórnia, é formado praticamente por brancos. Ainda, as posições líderes dentro do Facebook são 93% preenchidas por brancos ou asiáticos. Então, a frase "Black Lives Matter" (algo como "a vida dos negros importa), começou a ser riscada e substituída para "All Lives Matter" (que seria "todas as vidas importam").

A afronta ao movimento foi respondida pelo CEO da companhia, Mark Zuckerberg, em um memorando postado na página privada para funcionários. A declaração, você lê na íntegra aqui embaixo.

Resposta de Mark Zuckerberg

"Tem havido vários casos recentes de pessoas riscando "black lives matters" e escrevendo "all lives matter" nas paredes de Menlo Park. Apesar de minha comunicação clara durante um Q&A na semana passada que isso era inaceitável, e mensagens de diversos outros líderes da companhia, isso aconteceu de novo. Eu já estava muito decepcionado por este comportamento desrespeitoso anteriormente, mas após a minha comunicação eu também considero isso como um ato malicioso.

Existem problemas específicos afetando a comunidade negra nos EUA, trazidos de um histórico de opressão e racismo. "Black lives matter" não significa que outras vidas não importam — está simplesmente pedindo para que a comunidade negra também alcance a justiça que ela merece.

Black lives matter não significa que outras vidas não importam

Nós nunca tivemos uma regra sobre o que as pessoas podem escrever em nossas paredes — nós esperamos que todos tratem uns aos outros com respeito. Independentemente do conteúdo ou local, riscar algo significa silenciar uma voz, ou que a voz de uma pessoa é mais importante do que de outra. O Facebook deve ser um serviço e uma comunidade na qual todos são tratados com respeito.

Esta tem sido uma experiência profundamente dolorosa e cansativa para a comunidade negra e, realmente, para toda a comunidade do Facebook. E agora nós estamos investigando estes últimos incidentes.

Eu espero e encorajo as pessoas a participaram da prefeitura @Black em 3 / 4 (evento) para se educarem sobre o que é o movimento Black Lives Matter".

E você? O que acha sobre esse assunto? Dê a sua opinião nos comentários.

O que você achou dessa resposta de Mark Zuckerberg? Comente no Fórum do TecMundo

Cupons de desconto TecMundo: