A empresa canadense Thoth Technology recebeu esta semana uma patente que garante a ela o direito sobre uma nova tecnologia relacionado à área dos elevadores espaciais. A grande torre descrita pela empresa em seus documentos teria nada menos que 20 quilômetros de altura, conforme um anúncio feito oficialmente no final de julho.

Segundo a organização, a imensa construção seria usada para a geração de energia eólica, como uma central de comunicações e ponto turístico. “A tecnologia oferece uma nova forma de acessar o espaço usando hardwares completamente reutilizáveis e diminuindo em mais de 30% o combustível de um foguete tradicional”, garante o comunicado divulgado pela companhia.

“Os astronautas vão ascender a 20 quilômetros através de um elevador elétrico. Do topo da torre, naves espaciais vão ser lançadas em um estágio único até a órbita, retornando a seu topo para reabastecimento e relançamento”, afirma o Dr. Brendan Quine, inventor do novo elevador espacial.

A Thoth Technology acredita que a construção, somada a tecnologias desenvolvidas por outras empresas, vai inaugurar uma nova era dos transportes e da exploração espacial. “Pousar em uma balsa no nível do mar é uma grande demonstração, mas pousar 20 quilômetros acima do nível do mar vai tornar os voos espaciais mais próximos ao de um jato com passageiros”, afirma a CEO e presidente da companhia, Caroline Roberts.

Cupons de desconto TecMundo: