Telescópio poderia ser acessado por qualquer pessoa. (Fonte da imagem: Reprodução/Slashgear)

Uma empresa chamada Moon Express firmou uma pareceria com uma organização sem fins lucrativos para enviar um telescópio para a Lua e deixá-lo instalado no polo sul do nosso satélite natural. Para isso, seria necessário enviar uma missão tripulada até lá, coisa que não acontece há mais de 40 anos.

O telescópio ficaria na borda de uma cratera com 4,8 km de altura em relação ao nível da superfície do satélite. Dessa maneira, o telescópio poderia fazer fotos como nunca foram feitas do universo e, claro, da Terra. Além do mais, a empresa pretende disponibilizar acesso público ao telescópio, podendo ele ser controlado por usuários ao redor do mundo.

A missão está prevista para acontecer entre 2015 e 2016 e deve custar algo em torno de US$ 100 milhões, uma quantia bastante razoável para as ambições do projeto. Contudo, um problema poderá ser um grande empecilho, já que o polo sul da Lua registra rotineiramente temperaturas extremas, tanto altas quanto baixas, o que pode danificar o equipamento com o passar do tempo e dificultar o trabalho de astronautas.

Cupons de desconto TecMundo: