(Fonte da imagem: Reprodução/NASA)

Um dos principais obstáculos existentes para a construção de uma base humana em Marte é a dificuldade de enviar materiais de construção até o planeta. Pensando nisso, a NASA está usando técnicas de biologia sintética para desenvolvedor um verdadeiro exército de micróbios capaz de transformar as propriedades dos materiais encontrados no Planeta Vermelho.

Assim que tais criaturas forem deixadas em solo marciano, passarão a transformar elementos do lugar em blocos de construção que poderão ser usados na fabricação de habitações humanas. A ideia é que a alimentação dos micróbios seja feita a partir da ureia encontrada na urina dos astronautas, que seria transformada em amônia durante o processo de digestão.

Com isso, o ambiente marciano se tornaria alcalino o bastante para propiciar a formação de carbonato de cálcio. Isso permitiria transformar o ambiente rochoso do planeta de maneira o suficiente para que a produção de tijolos de construção fosse iniciada.

O time de pesquisadores responsável pelo projeto acredita que os micróbios podem ser modificados de forma a gerar materiais como óleos, plásticos e até mesmo combustíveis a partir dos materiais encontrados em Marte. Os primeiros testes da novidade devem ser feitos em missões nas quais unicamente robôs estão envolvidos — somente após o uso deles se provar realmente seguro é que a novidade deve ser empregada em viagens envolvendo humanos.

Fonte: New Scientist

Cupons de desconto TecMundo: