O renomado físico Stephen Hawking reafirmou as ideias de que o futuro da humanidade não pertence ao Planeta Terra. Em 2016, Hawking havia dito que a humanidade possui apenas mais 100 anos na Terra e que estes anos serão decisivos. Agora, durante o Starmus Festivalin Trondheim, na Noruega, o físico reafirmou: "Se a humanidade quer continuar por outros milhões de anos, o nosso futuro reside na coragem de ir onde ninguém foi antes".

Hawking deixou claro que as nações precisam enviar astronautas

"Se espalhar pelo espaço vai mudar completamente o futuro da humanidade. Eu espero que nós possamos nos unir como nações competitivas com uma meta única: enfrentar o desafio em comum para todos nós. Um novo e ambicioso programa espacial que iria incitar os jovens e estimular o interesse em novas áreas, como astrofísica e cosmologia", comentou Hawking no evento.

O físico deixou claro que as nações precisam enviar astronautas, novamente, para a Lua até 2020. Dessa maneira, com uma base lunar bem estabelecida, a humanidade deveria focar na chegada até Marte, no ano de 2025.

Hawking

Sobrou para o Trump

Durante o evento, Stephen Hawking aproveitou também para comentar alguns argumentos utilizados por pessoas que não acreditam na necessidade de buscar vida ou implementar a vida humana em outros planetas.

"Não estou negando a importância da luta contra a mudança climática e o aquecimento global, como o Donald Trump (presidente dos EUA), que pode ter acabado de tomar a decisão mais séria e errada sobre mudança climática que esse mundo já viu", disse.

Em uma decisão polêmica, Trump anunciou no começo do mês a saída dos EUA do Acordo de Paris sobre mudanças climáticas. Segundo o presidente dos EUA, o atual documento trazia desvantagens para os EUA para beneficiar outros países.

Hawking comentou que a mudança para outros planetas é necessária, também, por causa dos problemas ambientais

"Estamos ficando sem espaço e os únicos lugares a serem encontrados são outros mundos. É hora de explorar outros sistemas solares. Espalhar-se pode ser a única coisa que vai nos salvar de nós mesmos. Estou convencido de que os humanos precisam sair da Terra", explicou o físico.

A NASA oficialmente não possui planos de ir novamente até a Lua. Contudo, pretende chegar até Marte em 2030. Elon Musk, CEO da SpaceX e Tesla, compactua da mesma linha do tempo para a humanidade.

Cupons de desconto TecMundo: