O foguete espacial VSB-30, carregado com oito experimentos científicos e tecnológicos brasileiros, foi lançado às 12h10 da última quarta-feira (7), do Centro de Lançamento de Alcântara, no Maranhão. Os experimentos são financiados pelo Programa Microgravidade, da Agência Espacial Brasileira (AEB), vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações e Comunicações (MCTIC).

O lançamento representa um ganho tanto para a comunidade espacial quanto para a científica. É uma atividade complexa e com vários riscos envolvidos

O voo suborbital feito pelo foguete brasileiro permite que pesquisadores realizem estudos em ambiente de queda livre, sem rotações e acelerações, acima de 100 quilômetros por hora, em condições bem específicas que caracterizam o ambiente de microgravidade. O lançamento do VSB-30 faz parte da Operação Rio Verde, promovida pelo Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) e pelo Instituto de Aeronáutica e Espaço (IAE).

"O lançamento representa um ganho tanto para a comunidade espacial quanto para a científica. É uma atividade complexa e com vários riscos envolvidos", comemorou o diretor de Transporte Espacial e Licenciamento da AEB, Marco Antônio Rezende.

Ciência e tecnologia no espaço

Na carga do VSB-30, chamada Microg2, foram alojados oito experimentos científicos e tecnológicos de diversas áreas: teste de dispositivos para o controle térmico de equipamentos eletrônicos no espaço e em terra; efeitos na microgravidade sobre o DNA da cana-de-açúcar; solidificação de ligas eutéticas em microgravidade; GPS (Sistema de Posicionamento Global) para aplicações em veículos espaciais de alta dinâmica e desenvolvimento do sensor mecânico acelerométrico.

Os experimentos fazem parte do Programa Microgravidade e foram selecionados na primeira chamada do 4ª Anúncio de Oportunidades, em 2013

Os experimentos fazem parte do Programa Microgravidade e foram selecionados na primeira chamada do 4ª Anúncio de Oportunidades, em 2013. São trabalhos de cientistas e pesquisadores do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e da Universidade Estadual de Londrina (UEL).

Foguete VSB-30 em exposição

O Brasil nas alturas

O Programa Microgravidade foi criado pela AEB em 1998 com o objetivo de colocar cargas úteis de veículos espaciais à disposição da comunidade técnico-científica brasileira, provendo meios de acesso e suporte técnico para a viabilização de experimentos. O gerenciamento das atividades é de responsabilidade da AEB, que conta com o apoio técnico do IAE e do Centro de Lançamento de Alcântara, além de suporte logístico da Força Aérea Brasileira.

Desde 2014, esse é o terceiro lançamento do VSB-30 carregando experimentos selecionados pelo Programa Microgravidade

Desde 2014, esse é o terceiro lançamento do VSB-30 carregando experimentos selecionados pelo Programa Microgravidade. Entre 2000 e 2010, o programa realizou outros três voos de foguetes de sondagem e um com experimentos da Estação Espacial Internacional (ISS).

Cupons de desconto TecMundo: