Desde que o ser humano começou a se aventurar pelo espaço em meados dos anos 1960 e finalmente conseguiu pisar em terra firme fora de nosso planeta quando chegou à Lua em 1969, a tecnologia aplicada nos trajes espaciais mudou bastante e, como consequência disso, seu design também acabou passando por alterações em todos esses anos.

É de se imaginar que as necessidades e objetivos da exploração espacial 47 anos após o ser humano ter pisado na Lua tenham mudado bastante. E a menina dos olhos da NASA nos últimos anos tem sido o planeta Marte, certamente o próximo lugar fora da Terra onde o homem deve pisar, mais cedo ou mais tarde. Para uma melhor adaptação dos astronautas ao ambiente hostil do Planeta Vermelho, os trajes utilizados devem atender a diversos requisitos para mantê-los em segurança e – na medida do possível – confortáveis.

Roupas utilizadas por diversas agências espaciais durante todo o período de exploração do espaço

Um traje com o qual contar

Para que o ser humano possa sobreviver na atmosfera marciana, é necessário utilizar uma roupa que proteja o corpo inteiro, mais ou menos da mesma maneira que foi utilizado para caminhar na Lua. Ela deve ser flexível o suficiente para que os astronautas possam realizar suas tarefas sem maiores dificuldades e, ao mesmo tempo, segura o bastante para proteger os usuários da atmosfera hostil do planeta.

O ar de Marte não é nem um pouco adequado para a respiração humana por ser composto por pouquíssimo oxigênio e uma quantidade letal de dióxido de carbono

A pressão do ar em Marte é muito baixa, equivalente ao que encontraríamos em um local na Terra com 25 quilômetros de altitude. Para efeito de comparação, o local mais alto do nosso planeta, o topo do Monte Everest, está a menos de nove quilômetros do nível do mar e todos já cansaram de ouvir ou ler sobre como o ar nesses lugares é rarefeito.

Ainda assim, o ar de Marte não é nem um pouco adequado para a respiração humana por ser composto por pouquíssimo oxigênio e uma quantidade letal de dióxido de carbono. Outro grave problema é a temperatura do Planeta Vermelho: apesar das temperaturas mais altas não ultrapassarem os 30 °C, os termômetros chegam a marcar menos de -140 ° C. As sondas enviadas para lá indicaram, em média, uma amplitude de temperatura de -17 °C a -107 °C, frio demais para qualquer ser humano.

Capacetes utilizados pela NASA e um vislumbre do futuro: da esquerda para a direita, o capacete estilo bolha usado por Neil Armstrong quando chegou à Lua, o que é utilizado atualmente e um possível design para o traje marciano

Roupa nova

Em um concurso feito pela NASA em 2014, um novo design de roupa espacial foi escolhido por voto popular na internet e o resultado foi um traje futurista claramente inspirado pela indumentária mostrada no filme “Tron: O Legado”. Chamado de Z-2, ele foi criado para dar produtividade máxima para os astronautas em uma superfície planetária. Ele possui medidas de ombros e cintura ajustáveis para se adaptar ao tamanho do corpo de cada usuário.

O traje vencedor do concurso online da NASA

Apesar de toda essa flexibilidade, a roupa espacial é extremamente segura, utilizando compostos materiais que a tornam leve e resistente. De 2014 para cá, o traje foi aprimorado e ganhou uma cara diferente do que podia ser visto nos primeiros rascunhos. Mesmo assim, com um protótipo real já pronto, tanto design quanto funções podem ser alterados no longo período até finalmente pisarmos em solo marciano, algo planejado para meados da década de 2030.

A era dos super-heróis

Não é apenas por sua genialidade que Elon Musk é chamado popularmente de "Tony Stark da vida real". O magnata sul-africano que está envolvido com uma série de empresas de alta tecnologia, entre elas a SpaceX, quer dar uma cara de uniforme de super-herói para os trajes espaciais do futuro. A empresa que ele fundou e da qual é CEO e CTO vem realizando testes bem sucedidos com naves espaciais e pretende mandar gente para Marte assim que os avanços tecnológicos permitirem.

O grande desafio de Elon Musk é conseguir equilibrar beleza e funcionalidade no mesmo dispositivo

Para dar uma cara mais "estilosa" para as roupas que os astronautas da SpaceX vão utilizar, Musk contratou Jose Fernandez, famoso designer de uniformes de super-heróis. Tendo trabalhado em produções como "Batman vs Superman: A Origem da Justiça", "Tron: O Legado", "Os Vingadores" e "Homem de Ferro".

Renderização do traje criado por Jose Fernandez a pedido de Elon Musk, o "Tony Stark da vida real"

Achando que estava criando um visual para alguma obra de ficção científica, Fernandez só descobriu que se tratava de um traje espacial depois de ter concluído a obra. O grande desafio de Elon Musk agora é conseguir equilibrar beleza e funcionalidade no mesmo dispositivo, algo que nem sempre é possível nesse ramo tão cheio de complexidades.

Cupons de desconto TecMundo: