Para quem pratica o surfe, as praias da Austrália são quase como o paraíso. Afinal, é ali que se encontram algumas das melhores ondas que se pode pegar no planeta. Entretanto, caso você resida no centro de Melbourne, talvez a ideia de rumar para a praia mais próxima desanime um pouco. É aí que surge a proposta de dois arquitetos australianos: um parque de surf próximo ao centro da cidade... Mas ainda assim repousado sobre águas salgadas.

Conforme o projeto de surf urbano da dupla, o Docklands Surf Park ocuparia uma porção generosa da região de docas da cidade, próxima ao porto de Melbourne. A ideia foi levada até a empreiteira Arup, a fim de ganhar corpo. Embora o projeto ainda esteja em estágio embrionário, o conceito envolve uma estrutura adjacente ao porto — que, dessa forma, poderá ser utilizado como “passarela” até a cidade.

Ondas artificiais

Naturalmente, sendo um local de docas, as águas do mar no local planejado para o Docklands Surf Park são particularmente pobres em ondas — na verdade, as águas em uma região dessas dificilmente vão além de pequenas marolas. Mas, tudo bem, já que essa é a ideia.

De acordo com Damian Rogers, um dos responsáveis pelo projeto, a ideia abarca uma máquina para geração de ondas — de forma que seria possível surfar e ainda contar com as comodidades de uma região predominantemente urbana. E sem grandes necessidades de deslocamento.

“Para surfar em Melbourne normalmente é necessário percorrer de carro todo o caminho até a Bell’s Beach, a uma hora e meia de distância”, disse Phil Carter, um planejador urbano e de transportes da Arup, em vídeo oficial — o qual imagina a ocasião em que as pessoas poderão ir surfar de trem. “A conveniência de poder surfar nas docas foi algo que realmente nos pareceu interessante.”

Conforme reportou o site The Age, a estrutura criaria ondas de aproximadamente 30 metros de largura, as quais devem se estender por uma longa “pista” de cerca de 150 metros de comprimento.

Iniciativa privada e alvará

O Docklands Surf Park encontra-se ainda inteiramente na imaginação de seus criadores e da empreiteira Arup. Conforme lembrou o site StabMag, por exemplo, o projeto ainda necessita de um alvará para poder ocupar o local pretendido nas docas de Melbourne.

Não obstante, o periódico acrescenta que a impressão deixada por autoridades locais foi bastante positiva. “Interessante, caso o investimento privado esteja disponível”, teria dito um dos membros do conselho municipal de Melbourne, embora não haja nada de oficial até o momento.

Ademais, a Arup ainda busca fundos por parte de desenvolvedoras e operadoras em potencial. De qualquer forma, caso seja construído, o parque de surf “em docas” de Melbourne deve ser o primeiro do tipo no mundo.

Cupons de desconto TecMundo: