No dia 17 de março, começa a temporada 2013 do campeonato mundial de Fórmula 1, umas das mais luxuosas e aclamadas categorias do automobilismo. Ao longo das últimas décadas, os brasileiros aderiram ao hábito de acordar cedo aos domingos para assistir às corridas mais empolgantes e disputadas. Mas você se julga um entendedor da Fórmula 1 ou é apenas alguém que assiste “quando está passando”?

Para a prova realizada no dia 17, foram inscritas 11 equipes, que levarão 22 pilotos para o grid de largada. A abertura do campeonato mundial vai acontecer em Melbourne, na Austrália. E quem assiste às corridas há bastante tempo já sabe que isso significa muita emoção desde a primeira curva da disputa. Mas quem não conhece precisa de algumas dicas de como começar, não é mesmo?

Largada no Bahrein, em 2012 (Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

Por isso, preparamos este artigo e o infográfico que o acompanha. Nas informações que trouxemos, você vai poder conhecer um pouco mais sobre alguns dos principais aspectos que envolvem a Fórmula 1. Está preparado para conhecer algumas das regras e das peculiaridades presentes neste esporte? Então aperte o cinto e pise fundo.

Segurança é fundamental

Em 1994, um acidente violentíssimo causou a morte do piloto brasileiro Ayrton Senna — que até hoje é referenciado como um dos grandes nomes do esporte nacional.  Desde então, a Fórmula 1 se reestruturou para que pudesse oferecer a maior segurança possível aos pilotos. E isso realmente aconteceu, pois nunca mais ocorreu qualquer acidente fatal em provas oficiais.

Acidentes são frequentes. Lesões sérias, felizmente, não! (Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

Esse cuidado  pode ser visto em todos os lugares. Os carros estão mais seguros e contam com uma peça que é conhecida como “célula de sobrevivência”, um monobloco que evita que qualquer objeto perfure o corpo dos pilotos. Os macacões e capacetes estão mais resistentes e não perderam a leveza para isso. As pistas também são projetadas para evitar que exista risco iminente de acidentes fatais.

A temporada de 2013

Neste ano, o campeonato mundial terá 19 corridas ao redor do mundo. Oito delas serão disputadas em território asiático, sete em solo europeu, três nas Américas e uma (a primeira) na Oceania. Apesar de hoje isso não ser mais tão presente — devido ao grande número de provas disputadas na Ásia —, há uma tentativa de fazer com que todas as provas aconteçam em horários próximos, para que os europeus (maior público) possam acompanhá-las.

Ferrari de 2012 (Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

E para pisar fundo nas pistas, serão 22 pilotos disputando o título. Ao contrário do que aconteceu nos últimos anos, apenas um corredor brasileiro está participando da modalidade. É o Felipe Massa, da Ferrari, que já chegou perto do título em 2008, terminando na segunda colocação, logo atrás de Lewis Hamilton.

Principais mudanças nas regras

Em relação a 2012, há algumas mudanças nas regras para as provas. A partir de agora, o peso mínimo dos carros — com tanque vazio e somando o peso dos pilotos — deve ser de 642 kg (2 kg a mais do que no ano passado).  Por questões estéticas, foi permitida uma pequena alteração nos bicos dos carros, deixando-os mais bonitos do que acontecia anteriormente, mas sem alterar fatores aerodinâmicos.

Os carros de Fórmula 1 possuem um sistema chamado DRS, que serve para “abrir a asa traseira” e permitir mais velocidade para os carros em zonas de ultrapassagem. Durante as corridas, só há alguns pontos em que isso é permitido, mas nos treinos era permitido usar o sistema sem limites. Agora, a limitação se aplica em todos os casos — pois sem ela estavam ocorrendo muitos acidentes.

.....

Gostou das informações que trouxemos aqui? Então se prepare para pisar fundo junto com os pilotos, pois o campeonato já vai começar. Já escolheu para quem você vai torcer este ano?

Agradecimento especial: Felipe Demartini

Cupons de desconto TecMundo: