Nesta semana, os usuários que possuíam o Windows 7 instalado  em seus computadores passaram por um problema muito sério. Depois de receber uma atualização compulsória, as máquinas com a versão de 32-bits do sistema operacional simplesmente pararam de funcionar e tiveram que ser formatadas. Sim, somente formatando foi possível corrigir o problema.

(Fonte da imagem: Reprodução/Microsoft)

Mas qual seria a real origem deste erro fatal? E por que demônios ele só atingiu os usuários brasileiros? Há grandes indícios de que isso seja um verdadeiro sinal de que o universo está chegando ao fim, mas também existe quem diga que são apenas manobras da Microsoft para estimular as vendas do Windows 8. Qual é a sua aposta?

Teoria 1: O Windows 8 pode ser o culpado

Desde que chegou às lojas, no final do ano passado, o Windows 8 não tem conseguido bons números no mercado. Isso vale para todo o mundo, mas é visto principalmente em países dos BRICS, o que inclui o Brasil. Segundo rumores de fontes ligadas ao tio do jovem que faz estágio em uma empresa que fica perto da Microsoft, em Redmond, a empresa teria partido para soluções trágicas para estimular as vendas do novo sistema.

Isso incluía a liberação de atualizações que transformariam o Windows 7 em um sistema operacional menos atraente para os consumidores. O problema é que os códigos da atualização foram disponibilizados de uma maneira equivocada, fazendo com que o sistema operacional parasse de funcionar. “Essa nunca foi a nossa ideia”,  teria dito um dos responsáveis.

(Fonte da imagem: Reprodução/Microsoft)

A mesma fonte citada anteriormente diz que os planos da Microsoft eram menos descarados. Em vez de fazer com que os computadores parassem de funcionar, eles deveriam tocar o refrão da música “Amor de Chocolate” do cantor MC Naldo cada vez que um aplicativo fosse carregado nas máquinas.

Outra modificação envolveria a impossibilidade da instalação de Google Chrome e Mozilla Firefox. O motivo para isso seria os resultados de uma pesquisa secreta, que chegou à conclusão de que os usuários preferem “nadar sem roupa em piscinas cheias de crocodilos” a “utilizar o Internet Explorer”.

Teoria 2: Invasões hacker da Coreia do Norte

Você deve estar sabendo que existe uma forte tensão militar na Coreia do Norte. A ameaça de lançamento de mísseis para a Coreia do Sul e Japão fez com que os Estados Unidos deslocassem algumas missões de proteção aos países aliados. Mas o que poucas pessoas sabem é qual o real motivo para a Coreia do Norte querer atacar esses países.

A Coreia do Sul e o Japão possuem algumas das principais empresas de tecnologia do mundo — das quais podemos citar LG, Samsung, Sony, Fujitsu, Nikon, Toyota, Honda e muitas outras. O que as pessoas não sabem é que essas empresas possuem tecnologia militar robótica escondida, o que pode facilmente se sobressair aos exércitos dos Estados Unidos.

(Fonte da imagem: Reprodução/GodLike Productions)

Sabendo disso, a Coreia do Norte planeja destruir as centrais de controle remoto dos robôs-soldados. E isso fazia parte das atribuições dos guerreiros digitais norte-coreanos, mas eles tiveram vários problemas no caminho para realizar as invasões. Em vez de atingirem os computadores do extremo oriente, confundiram alguns parâmetros e atingiram os servidores brasileiros do Windows.

Sem perceberem o equívoco, alteraram todas as linhas de comando que diziam “Funcionar” e fizeram com que elas fossem transformadas em “Bomba”. Assim que os computadores começaram a receber a atualização, as falhas foram expostas e o sistema operacional foi completamente corrompido.

Teoria 3: Só pode ser um ataque Illuminati

O único Windows 7 a dar problema foi o brasileiro, por isso podemos escrevê-lo como “Windows Sete”. A palavra “Windows” tem sete letras, e a palavra “sete” tem quatro. Somando 7 e 4, chegamos a 11, que pode ser escrito como “onze”, também com quatro letras. Logo, temos os números 7, 4, 11 e 4, que somados resultam em 26, que “por acaso” foi o dia de outubro em que o Windows 8 foi lançado.

(Fonte da imagem: Reprodução/Espada)

Essas “coincidências” só podem ter uma origem: Illuminati. Tudo o que acontece no mundo e pode ser calculado tem um dedo ou dois desse grupo. Mas você pode estar se perguntando: “Por que os Illuminati querem acabar com o Windows 7?” A resposta é bem simples: eles não querem, mas muitos usuários do Windows 7 descobriram que há dicas de como localizar a central Illuminati por meio do código fonte do SO.

Ao saber disso, eles contataram a Microsoft — afinal de contas, um dos fundadores da empresa, Paul Allen, faz parte do grupo — e pediram para que a atualização corrompesse todas as dicas. Aliás, você já tinha percebido que o nome de “Paul Allen” lembra muito a palavra “Alien”? Coincidência?

Teoria 4: a mais absurda hipótese de todos os tempos

Os desenvolvedores do Windows 7 cometeram algum erro na programação da atualização e ela resultou em um bug irreversível.

.....

Atenção: este artigo faz parte do quadro "Erro 404", publicado semanalmente no Baixaki e Tecmundo com o objetivo de trazer um texto divertido aos leitores do site. Algumas das informações publicadas aqui são fictícias, ou seja, não correspondem à realidade.

Cupons de desconto TecMundo: