Máquina tem a altura de um prédio de 14 andares. (Fonte da imagem: Reprodução/Gereports)

O transporte de peças e a construção de prédios colossais não são hoje grandes mistérios da engenharia – inclusive, teorias sobre a forma com que as pirâmides do Egito foram erguidas pipocam a toda hora mundo afora. Fato é que as já conhecidas máquinas construtoras de monumentos também ganham destaque de tempos em tempos: é o caso do guindaste finlandês hammerhead (cabeça de martelo, em tradução livre).

Capaz de levantar até 320 toneladas, o poderoso gigante tem 43 metros de altura (tamanho que equivale a um prédio de 14 andares). Para se ter uma ideia do quão poderosa é a ferramenta, a Konecranes, fabricante da máquina, afirma que o hammerhead é capaz erguer até um Boeing 747. Além disso, o “cabeça de martelo” possui um braço que pode se estender por até 60 metros sobre a água.

Ele está no Rio de Janeiro

E justamente por poder trabalhar de forma dinâmica também sobre a água, este hammerhead é uma ferramenta ideal para portos: um deles, por exemplo, está “ancorado” na Baía de Guanabara (RJ), ajudando a Petrobrás a transportar feixes de tubos especiais (usados na exploração de solo marinho para o transporte de gás e petróleo).

Guindaste trabalha no transporte de tubos para a Petrobrás. (Fonte da imagem: Reprodução/GEImprensaBrasil)

De acordo com a empresa GE Oil & Gas, uma das responsáveis por implantar o hammerhead em terras brasileiras, um investimento de US$ 100 milhões (cerca de R$ 240 milhões) foi feito na base localizada em Niterói. “O potencial brasileiro relacionado ao petróleo requer inovações”, diz João Geraldo Ferreira, CEO da companhia. “É vital investir em eficiência no Brasil, fortalecendo assim o crescimento de nossa indústria constantemente”, afirma Ferreira.

Cupons de desconto TecMundo: