Fale a verdade, mesmo que seu smartphone de primeira linha tenha câmera de 13 MP, TV digital, 4G e processador quad-core, ainda assim, ele acaba descarregando rápido, não é mesmo? Na realidade, quanto mais potente é o aparelho, maiores são as chances de que a bateria acabe em poucas horas.

Um grupo de cientistas alemães desenvolveu um pequeno sistema que se acopla a um par de sapatos, que faz com que o usuário gere energia apenas caminhando. Logo, em um futuro talvez não muito distante, você realmente conseguirá recarregar o celular enquanto dá uma volta no parque ou pratica cooper.

No periódico Smart Materials and Structures, Klevis Ylli e sua equipe descrevem como conseguiram criar um sistema que usa dois tipos diferentes de dispositivos para capturar uma quantidade significativa decorrente do movimento do pé e da batida do calcanhar no chão.

Depois de uma boa bateria de testes, os cientistas conseguiram criar alguns milliwatts. Entretanto, o valor ainda não é o suficiente para carregar um celular, embora os pesquisadores acreditem que a tecnologia facilitará o uso de sensores e transmissores que requerem pouca energia, e possa substituir as baterias.

Anda que carrega

Antes de mais nada, vale lembrar que o dispositivo ainda está sendo implementado. “Estamos trabalhando num aplicativo de navegação interior, ou seja, dispositivos que são inclusos dentro do tênis e que conseguem medir a aceleração do pé, a velocidade angular – o movimento rotacional do pé – e o campo magnético”, explica Klevis Ylli.

Utilizando essas informações, o pesquisador informa que é possível medir o tamanho da viagem e a direção tomada pela pessoa. “Imagine uma unidade de resgate ao entrar em um edifício desconhecido. Usando o aparelho, eles conseguiriam acompanhar o caminho que seguiram para entrar no local e refazê-lo”, diz Ylli.

Cupons de desconto TecMundo: