Por Mariana Sallowicz

Rio (AE) – O diretor geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Romeu Rufino, descartou nesta quarta-feira a possibilidade de faltar energia nos estádios durante a Copa do Mundo deste ano.

“Não faltará energia nos estádios, com certeza. O que existe é algum atraso de alguma obra para dar uma segurança exigida pela Fifa. Está atrasado, mas vai acontecer em tempo”, afirmou a jornalistas, no 11º Encontro Nacional de Agentes do Setor Elétrico.

Segundo o diretor, a questão é fiscalizada e acompanhada pela agência. “Há algumas distribuidoras que têm tido dificuldades no cronograma de construção de empreendimentos. Isso tem sido fiscalizado pela Aneel, apontado, cobrado e o próprio governo tem fiscalizado isso também.”

Um relatório de fiscalização publicado pela Aneel mostrou que o órgão regulador identificou atrasos nas obras de metade das 12 cidades-sede da Copa do Mundo e se preocupa com o fornecimento de eletricidade para pelo menos um estádio. O documento faz um alerta sobre a principal fonte de abastecimento do Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, cujo cronograma precisaria ser acelerado.

Questionado sobre a falta de energia no Beira-Rio, Rufino também negou que isso irá acontecer. As empresas, diz, alegam dificuldades comuns em qualquer obra. “Às vezes, a empresa é estatal e tem que fazer licitação, às vezes, a empreiteira atrasa na execução do empreendimento.”

Via EmResumo

Cupons de desconto TecMundo: